495450580893305

Acresvi e Associação de Moradores da Colônia Maria José se unem em bazar beneficente



A Acresvi e a Associação de Moradores da Colônia Maria José estão empenhadas em expandir o projeto de um bazar beneficente na região de Quatro Barras. A iniciativa, além beneficiar a comunidade local, vem buscando angariar recursos para manter uma casa de recuperação gerenciada pela Acresvi no município. A ação que vem sendo desenvolvida há um ano na cidade atende, especialmente, as necessidades das pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade social.

Na Colônia Maria José, a ação é recente e está trazendo bons resultados, conforme analisa Wilma, uma das integrantes da associação de moradores e agora responsável pelo projeto no bairro. “O bazar foi inaugurado no dia 15 de dezembro e já estamos bem felizes com o resultado. A associação se interessou, pois além de ser uma forma de ajudar a comunidade, os moradores também poderão nos ajudar neste projeto”, afirma.

Além da Colônia Maria José, a comunidade do Jardim Menino Deus também conta com o bazar beneficente da Acresvi. Nos dois endereços, é possível encontrar uma variedade de produtos que vão desde vestuário até itens para casa como eletrodomésticos usados, tudo comercializado a preços acessíveis e em bom estado de conservação.

A moradora do bairro Colônia Maria José, Glaci Prestes Santana, conta estar feliz com esta ação no bairro. “Já é a segunda vez que veio comprar no bazar. O valor das roupas e calçados é muito acessível para as pessoas, aproveitei para comprar para meus filhos e netos. Normalmente nunca temos nada assim no bairro, então quando abre algo ajuda muito. Com certeza, pretendo trazer mais pessoas para conhecer o bazar”, conta.

De acordo com o fundador do projeto, José Ivo Souza Macedo, a ideia surgiu por meio de uma experiência vivida por ele mesmo. “O projeto surgiu através de uma estratégia dada pelo próprio Deus e também porque eu já fui menino de rua. Aos 8 anos fui abandonado pelos meus pais. Passado o tempo fui morar em uma casa de recuperação onde surgiu a ideia de unir um grupo de 12 pessoas, onde pudéssemos retribuir tudo que já me fizeram um dia quando fui “resgatado”. Foi aí que surgiu a ideia de montar o projeto Acresvi”, relata.

Além disso segundo Macedo, a ação não tem fins lucrativos e políticos. “Temos o projeto há um ano e tem dado certo com a ajuda da própria população. Desde o início foi colocado a distribuição de frutas e verduras pois a ideia é também manter o projeto para ajudar a comunidade em si. Realmente para ajudar as pessoas e as pessoas nos ajudarem na construção da Casa”, frisa.

A comunidade pode contribuir com o bazar disponibilizando roupas, calçados, alimentos e outros itens, desde que em bom estado de conservação. Quem tiver interesse em ajudar pode fazê-lo por meio da Associação dos Moradores da Colônia Maria José através dos telefones (41) 9641- 6774 e 9722-6749, ou diretamente com a direção da Acresvi no 41 9722-6749 (com José Ivo) e também no 41 9521-8468 (Fabiana).

O bazar está aberto durante a semana das 13h30 as 18 h, e nos sábados das 9h às 15h. No sábado às 13h é realizado a distribuição de sacolas de frutas e verduras que é gratuito, mas o morador deve fazer o cadastro com antecedência.


1/1

1/10

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/2