495450580893305
 
  • Linkada News

Aluna de Quatro Barras é selecionada pelo PGM e fará intercâmbio na Nova Zelândia

Aos 15 anos, a estudante Melissa Andrieli Rodrigues dos Santos, do Colégio Estadual Elias Abrahão, em Quatro Barras, conquistou o 5º lugar geral no Paraná na classificação do Programa de Intercâmbio Internacional Ganhando o Mundo, do Governo do Estado.

Depois de uma rigorosa seleção que avaliou, em primeira linha, o desempenho das notas dos estudantes, o programa selecionou jovens de todo o Paraná para fazer um intercâmbio na Nova Zelândia.

Dos 14 municípios que compõem a Área Metropolitana Norte, Quatro Barras está entre os cinco classificados. Em todo o Paraná, 363 alunos ingressaram no programa, segundo a chefe do Núcleo de Educação da Área Metropolitana Norte, Alexandra de Fátima Guefer.

Melissa e seus pais, Juliana e Geomar, e representantes do Núcleo estiveram reunidos nesta terça-feira (9) com o prefeito Loreno Tolardo, compartilhando a classificação da aluna.

"A Melissa está de parabéns. Mostra ser uma aluna prodígio, dedicada nos estudos, merecedora desta conquista. Conte conosco, com todo nosso apoio", disse o prefeito, ao afirmar que já pretende realizar parcerias com empresas para auxiliar Melissa durante o intercâmbio e no seu retorno, com possibilidades de inserção no mercado em programas como o Menor Aprendiz, por exemplo.

A reunião foi acompanhada pelo secretário interino de Educação, Fredinei Rodrigues, e pela diretora do Colégio Elias Abrahão, Gretchen Saenz.


Foto: Comunicação PMQB

O Programa

Instituído pela Lei nº 20.009/2019, o Programa Ganhando o Mundo foi criado pela Secretaria de Estado da Educação e do Esporte para ofertar a estudantes do Ensino Médio da Rede Pública Estadual formação acadêmica em instituições de ensino estrangeiras, que ofereçam curso equivalente ao Ensino Médio no Brasil, ampliando os horizontes e as possibilidades de desenvolvimento social e educacional.

A estudante quatro-barrense agora fará um intensivo de inglês pelos próximos 6 meses, para então embarcar para a Nova Zelândia, onde ficará hospedada na casa de uma família por 6 meses, frequentando uma instituição de ensino estrangeira.

Os pais de Melissa disseram que mal podiam acreditar. "Não esperávamos a classificação dela, ainda mais no nível que atingiu. Eu nem tinha palavras", contou a mãe, Juliana.

A inscrição no programa foi uma iniciativa da própria aluna, que terá um desafio e uma oportunidade e tanto pela frente: vai estudar em um colégio da Nova Zelândia, um dos países mais desenvolvidos e industrializados do mundo, em um outro idioma. "Estou com muita expectativa. Vai ser uma oportunidade única. Estou muito feliz", destacou a estudante.

1/1

1/10

1/4

1/1

1/1

1/1