495450580893305 Alunos do Colégio Ivan Ferreira do Amaral viram alvos de constantes assaltos no Jardim Paulista

Alunos do Colégio Ivan Ferreira do Amaral viram alvos de constantes assaltos no Jardim Paulista



Voltar para casa após uma noite de aula tem sido uma rotina perigosa para os estudantes do Colégio Ivan Ferreira do Amaral, no bairro Jardim Paulista, em Campina Grande do Sul. Isso porque nos últimos dias os alunos viraram alvos de constantes assaltos, causando preocupação entre pais e professores. Celulares são os pertences mais visados pelos assaltantes, que costumam abordar os estudantes nas ruas em torno da unidade de ensino.

O último assalto que a direção do colégio teve conhecimento aconteceu na noite da última segunda-feira (14) contra uma aluna do 1º ano que teve o celular levado pelos meliantes. A mãe da estudante contou que a filha, de 18 anos, foi rendida quando retornava para casa por dois rapazes, um deles armado com um revólver. Após o ocorrido, a mãe procurou a direção do colégio que se propôs em enviar um ofício à Polícia Militar e à Guarda Municipal pedindo mais patrulhamento no horário de saída dos alunos.

De acordo com o diretor Wilson Waller, em conversa com a reportagem do Linkada News, os assaltos se tornaram rotina e ocorrem preferencialmente à noite, no horário em que os alunos estão indo embora. “Não há distinção das vítimas, tanto rapazes como moças são rendidos pelos meliantes que agem sempre em dupla. Houve casos de alunos terem uma faca encostada contra o peito, uma situação bem complicada e que coloca a vida dos nossos estudantes em risco. Pela manhã também teve registros de alunos roubados. Na semana passada aconteceu três assaltos seguidos”, disse o diretor.

Esconderijo

Um dos locais que estariam sendo usados como ponto de esconderijo pelos assaltantes é uma carreta que fica estacionada em uma rua próxima ao colégio. “Algumas vítimas disseram que os suspeitos estavam escondidos atrás desse veículo, e no momento que passaram próximo foram abordadas por esses rapazes”, disse Waller.

Reunião

Diante do grande número de ocorrências, a direção do colégio informou que na próxima semana pretende organizar uma reunião com os dirigentes da Guarda Municipal e da Polícia Militar para tratar da segurança dos estudantes. O objetivo do encontro, além de pedir maior policiamento, será buscar ouvir os alunos assaltados para tentar identificar as características dos meliantes. O ofício estará sendo enviado às duas corporações ainda esta semana.

(Foto: Adilson Santos)


1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/7

1/5

1/6