495450580893305 Após denúncia sobre esquema na venda de ingressos da Copa de 2014, Jerôme Valcke é demitido da FIFA

Após denúncia sobre esquema na venda de ingressos da Copa de 2014, Jerôme Valcke é demitido da FIFA



A FIFA confirmou a demissão do secretário-geral da entidade, Jerôme Valcke. A grande mudança na alta cúpula aconteceu após revelação feita em vários veículos da mídia em que o agora ex-dirigente ganhou muito dinheiro com a venda irregular de ingressos durante a última Copa do Mundo, no ano passado.

Segundo as trocas de e-mails reveladas pelo O Estado de S.Paulo, Valcke participou da venda de 8,3 mil ingressos no Mundial, o que rendeu para o francês cerca de 2 milhões de euros (R$ 8,6 milhões). A acusação foi feita por Benny Alon, dono da JB Marketing, que trabalha desde 1990 com a venda de bilhetes para a principal competição futebolística do mundo, e ele relatou o sumiço dos ingressos que deveriam ter sido comercializados.

Em nota oficial, a FIFA confirmou a informação e também investigará o caso em seu Comitê de Ética. “A FIFA anuncia hoje que o secretário-geral Jérôme Valcke foi colocado sob licença e retirado de suas funções imediatamente até novo aviso. Além disso, a FIFA recebeu uma denúncia de uma série de acusações sobre o secretário-geral e requisitou uma investigação sobre o Comitê de Ética”, relatou.

A crise na principal entidade futebolística vem desde o último 27 de maio quando sete dirigentes com direta ligação à FIFA foram presos por corrupção em ação feita pelo FBI. Semanas depois, o presidente Joseph Blatter renunciou ao cargo e novas eleições serão realizadas em fevereiro do ano que vem.


1/1

1/1

1/3

1/1

1/6