495450580893305 Assalto a residências em Quatro Barras assusta moradores

Assalto a residências em Quatro Barras assusta moradores



Um assalto e uma tentativa de roubo em duas residências na última terça-feira (17) tem deixado moradores do bairro Menino Deus, em Quatro Barras, preocupados com a falta de segurança. As duas casas localizadas no mesmo terreno, na rua Aristeu Luciano Adamoski foram alvo de dois criminosos que carregavam uma prancheta nas mãos.

Os indivíduos, um deles moreno aparentando ter 50 anos e o outro não identificado pelos moradores, pararam na frente das casas por volta das 16h em um Palio branco. Segundo moradores, os homens pareciam estar disfarçados de prestadores de serviços (segurança domiciliar).

A casa assaltada teve um tablet e um celular levados pelos criminosos. Já na segunda residência, eles chegaram a arrombar a porta e já haviam organizado alguns pertences que iriam levar. Felizmente um vizinho que estava em uma residência próxima percebeu a movimentação e questionou o que os homens queriam, neste momento, eles saíram sem dar explicação.


Após a divulgação do ocorrido pelas redes sociais, outros moradores de Quatro Barras também comentaram já ter percebido a movimentação dos mesmos indivíduos na região. A educadora infantil, Joice Guizani, moradora do Menino Deus, diz se sentir insegura e com medo com toda a situação. “As casas que eles quase assaltaram ficam no mesmo terreno que moro, são as duas primeiras casas do terreno, se esse vizinho não estivesse em casa eles teriam provavelmente invadido as cinco casas do terreno. O sentimento de todos os moradores agora é de insegurança. Saímos para trabalhar e corremos o risco de ao chegar em casa não encontrar nossos pertences que demoramos tanto para conquistar. Ficamos reféns em nossa própria casa”, desabafa a moradora.

Qualquer informação sobre a ação destes criminosos podem ser repassadas à Polícia Civil de Quatro Barras através do telefone (41) 3672-1562. Denúncias sobre assaltos e roubos à residências também podem ser repassadas pelo 190 da Polícia Militar.

(Foto: Colaboração)


1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/7

1/5

1/6