495450580893305 Audiência pública trata sobre novos sentidos das vias centrais de Quatro Barras

Audiência pública trata sobre novos sentidos das vias centrais de Quatro Barras



Na última semana, moradores, comerciantes e vereadores de Quatro Barras foram convidados pela Prefeitura Municipal a participarem de uma audiência pública que tratou sobre as alterações no sentido das vias centrais do município.

De acordo com a prefeitura, o objetivo da reunião foi ouvir o que pensa a população a respeito das futuras mudanças viárias que estão sendo estudadas pela atual gestão. "Queremos tomar decisões em conjunto com a população. Estudar os prós e contras em busca de mais mobilidade e fortalecimento do comércio", disse o prefeito Angelo Andreatta (Lara).

Na audiência foi apresentada a nova proposta viária que tem como intutio facilitar a mobilidade e ao mesmo tempo estimular o comércio central. Dentro do novo panorama, estão inclusas as avenidas Dom Pedro II, São Sebastião, Nilo Fávaro e Alberto Santos Dumont, consideradas as principais vias de circulação e por onde grande parte dos moradores acessam seus bairros.

Com a proposta, as quatro avenidas teriam mudanças em seus sentidos. A Avenida Dom Pedro II passaria a ter mão dupla no trecho entre a Avenida São Sebastião e a Rua Miguel Vidolin, permitindo aos motoristas que chegam ao município acessar a avenida central sem contornar pela Rua Nilo Fávaro. Também estaria prevista uma rotatória na interseção da Avenida Dom Pedro II com a Rua Catarina Knapik, próximo à Delegacia.

A Avenida São Sebastião também passaria a ter mão dupla no trecho entre a Avenida Dom Pedro II e a Travessa Darif (que liga à Rua 25 de Janeiro), e esta travessa passaria a ser preferencial. A proposta também prevê duplo sentido na Rua Nilo Fávaro e passagem preferencial na Rua Alberto Santos Dumont - via onde estão localizados o Terminal Rodoviário e a Unidade de Saúde da Sede.

A nova proposta viária foi apresentada pelo secretário de Planejamento Urbano e Obras, Marco Aurélio Bürkner, e traça um novo panorama para toda a região central. Além da alteração de sentidos, outras obras estruturais e complementares devem agregar no quesito mobilidade, como um novo projeto de sinalização viária que orientará usuários e turistas.

Quanto às obras estruturais, a Rua Nilo Fávaro, por exemplo, continuará a receber um grande fluxo com a construção da Secretaria Municipal de Educação e o projeto para implantação da Casa do Empreendedor. O estudo da Prefeitura está em aberto e a população pode opinar sobre o sentido das vias através do site www.quatrobarras.pr.gov.br, no menu "Fale Conosco", acessando o Protocolo Digital. Dê sua opinião também.

Abertura de novas ruas

Em paralelo, a prefeitura informou que há um estudo para abertura de novas ruas que serão elos importantes de ligação entre as regiões. No planejamento viário da Prefeitura estão ações estratégicas como o prolongamento da Rua Alberto Santos Dumont (onde está localizado o Terminal Rodoviário, no Centro) ligando à Rua Leônida Alice Thá, no bairro Orestes Thá.

Também há previsão de abertura de uma nova via ligando a Nilo Fávaro à Rua Prefeito Domingos Mocelin Neto, conforme previsto no Plano Diretor, na Lei Complementar 05/2007. Na área industrial, a Rua Hugo Creplive Filho será prolongada, ligando à Rua Vereador Heitor Stier e à Rua Antônio Rodrigues de Souza, estabelecendo um acesso direto entre o pólo industrial e a entrada da cidade.

Na Borda do Campo, a proposta é prolongar a Rua Argemiro Fulgêncio da Cruz, no Pinheirinho, até a Rua Izair Lago, próximo ao trailer de atendimento do IAP, ampliando a mobilidade e os acessos na região.

Veja abaixo o mapa de como ficaria o novo projeto viário:


Pavimentação da Rua Demerval Bielski

Uma segunda audiência pública realizada na última semana tratou sobre o projeto de pavimentação da Rua Demerval Bielski. Lara afirmou que a Prefeitura já vem estudando a pavimentação da rua e que, em conjunto com os moradores, pretende buscar o melhor projeto viário para o local.

Da reunião realizada, alguns pontos já foram decididos: dentro de 90 dias a Prefeitura vai elaborar um projeto nos moldes de uma avenida boulevard, ou seja, uma via calma, arborizada, que privilegia a circulação de pedestres e moradores, com baixo fluxo de veículos. No entroncamento entre a Rua Demerval e a Rua João Knapik o acesso estará fechado para a circulação de veículos, mas dois acessos se manterão abertos, no prolongamento das ruas José Rodrigues Fortes e Agnelo Florêncio Ribeiro.

A proposta foi bem aceita pelos moradores que aguardam a pavimentação há muitos anos. "A rua é bonita, com padronização das casas, mas a ausência de pavimentação sempre foi um problema. Hoje ficamos satisfeitos com o projeto", disse o casal de moradores Jean e Doris. Lara afirmou que a meta da Prefeitura é que as famílias já passem o Natal deste ano com a via pavimentada em frente às suas casas.

(Fotos: PMQB)


1/1

1/1

1/3

1/1

1/6