495450580893305
 
  • Portal Linkada News

Campina e Quatro Barras voltam a recomendar o uso de máscaras

Os municípios de Campina Grande do Sul e Quatro Barras passaram a recomendar o retorno do uso de máscaras visando evitar a proliferação de casos de Covid-19 nas duas regiões e também seguindo os protocolos emitidos pela Organização Mundial da Saúde.


Em Campina Grande do Sul, o prefeito Bihl Zanetti emitiu um decreto ainda em abril, sobre a obrigatoriedade do uso de máscaras pelos servidores públicos nas repartições públicas municipais, após o registro no aumento do número de registros de casos confirmados entre esses profissionais. Esse decreto não se aplica aos setores privados da cidade, ficando facultativo aos estabelecimentos e empresas a exigência ou não do uso de máscaras por seus funcionários e colaboradores.

Foto: Reprodução/internet

Já em Quatro Barras, a Secretaria Municipal de Saúde de Quatro Barras informou que durante a semana do dia 23/05 a 27/05 houve a confirmação de 110 novos casos de Covid-19. Atualmente o número de casos ativos está em 126, sendo o maior número desde março deste ano.


Mediante essa identificação de alta de novos casos e de casos ativos de Covid-19, bem como a busca por atendimentos nos serviços de Saúde por demais doenças respiratórias, o município voltou a recomendar o uso de máscaras faciais para locais fechados ou ambientes abertos com aglomeração de pessoas, como transporte coletivo, terminal de ônibus, casas de shows, lojas, supermercados, instituições de ensino, entre outros.


A Secretaria ainda reforçou que é indispensável o uso de máscaras para casos confirmados de Covid-19 e pessoas com sintomas respiratórios em qualquer ambiente e obrigatório para acesso aos espaços públicos ou privados de prestação de serviços de Saúde, que atendam pacientes com suspeita ou confirmação de casos de síndromes respiratórias e Covid-19.


IMUNIZAÇÃO - a vacinação é a principal estratégia de prevenção de saúde pública. É vital que todas as pessoas mantenham seus esquemas vacinais atualizados conforme recomendações para cada faixa etária pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI).

 

1/1

1/10

1/4

1/1

1/1

1/1