495450580893305 Campinense é vice-campeão mundial de Muay Thai no México

Campinense é vice-campeão mundial de Muay Thai no México



O atleta campinense Jhonatan Calixto, 27 anos, conquistou o vice-campeonato mundial de Muay Thai, num evento organizado pela IFMA (International Federation of Muay Thai Amateur), que aconteceu entre os dias 10 e 20 de maio em Cancun, no México.

Ele foi convocado pela Confederação Brasileira de Muaythai Tradicional (CBMTT) para participar da competição. Esse foi o primeiro mundial disputado pelo atleta que enfrentou fortes adversários de Honduras, Israel e Canadá, até chegar na final, contra a Russia, onde ficou em segundo lugar.

Em entrevista ao Linkada News, o atleta revelou como se deu o processo de convocação. “Meu treinador soube através de amigo que o Brasil iria fazer uma seletiva para a primeira seleção permanente para disputar o mundial e futuramente as olimpíadas. Fiz a seletiva em janeiro desse ano e passei na minha categoria como atleta principal com mais três reservas”, explica.

A conquista da medalha de prata motivou o atleta a buscar a colocação de ouro nas próximas competições. “A experiência me tornou mais forte e confiante para as próximas lutas, o Pan ou Sul-americano pela seleção, são algumas delas. Acredito que tenho capacidade para crescer ainda mais”, destaca Calixto. Em julho deste ano, ele deve também fazer sua estreia na categoria profissional em Curitiba.

O Muay Thai entrou na vida de Calixto quando ele tinha 21 anos e treinava apenas musculação na academia Coruja. Aos poucos, o atleta tem conquistado seu espaço nessa modalidade. Aos 22 anos fez sua primeira luta amadora onde saiu vencedor como melhor lutador. “Quando fui percebendo os resultados, decidi que era isso que eu queria fazer dali pra frente”, conta.

Morador do Jardim Paulista, Calixto é atleta da Free Spirit no centro de Curitiba, que tem como head-coach Guilherme Almeida (Guima). Além de atuar como instrutor de Muay Thai na mesma academia, breve Calixto vai estender suas aulas para as academias Bio Corpus em Quatro barras e Coruja no Eugênia Maria, em Campina Grande do Sul.

(Foto: Arquivo Pessoal)


1/1

1/1

1/6

1/1

1/1