495450580893305 Candidatos a prefeito em Campina e Quatro Barras declaram mais de R$ 3 milhões em bens

Candidatos a prefeito em Campina e Quatro Barras declaram mais de R$ 3 milhões em bens



Os valores dos bens dos candidatos às prefeituras de Campina Grande do Sul e Quatro Barras apresentam variações consideráveis no site da Justiça Eleitoral. Na pesquisa geral da lista de bens apresentados pelos prefeituráveis nos dois municípios, os valores declarados somam mais de R$ 3 milhões em patrimônio, que vão desde a veículo Fusca ano 72 no valor de R$ 5 mil a terreno no Alphaville Graciosa que chega a R$ 467 mil.

Nesse jogo de números apenas um candidato não declarou bens, Anderson Ribeiro, candidato a prefeito pela Rede em Campina Grande do Sul. Os números são todos oficiais e foram repassados pelos próprios candidatos à Justiça Eleitoral.

Nas duas cidades pesquisadas, o candidato que apresentou a declaração mais alta foi o advogado Bihl Zanetti, do PSDB em Campina Grande do Sul, que declarou à Justiça Eleitoral uma lista extensa de bens com mais de 20 itens, que correspondem a propriedades na cidade, imóvel no litoral do estado, terrenos no condomínio Alphaville Graciosa e também participação em empresas do ramo da construção civil e comércio de combustíveis que totalizam R$ 1.797.136, 25.

Quatro Barras

No município de Quatro Barras, o candidato a prefeito considerado o mais rico é Tercio Albuquerque, do PPS, que apresentou R$729.516,87 em bens. O dinheiro declarado seria referente entre outros itens, a poupança, renda fixa, e propriedades na cidade e também em Foz do Iguaçu. Em segundo lugar, com quotas empresariais, imóveis e dois carros, entre eles um modesto Fusca ano 72 de cor vermelha avaliado em R$ 5 mil, aparece o empresário José Carlos Malko (Malko), candidato pelo PDT, que soma R$ 477.567,44 em patrimônio.

Angelo Andreatta (Lara), atual vereador e candidato a prefeito pelo PMDB aparece na terceira colocação com a discriminação de bens que correspondem a propriedades, veículo e moto, entre outros itens, que somam R$ 157.351,96. O servidor público Edison Repinoski (PSD) é o candidato que aparece com o menor número de bens declarados à Justiça Eleitoral, R$ 55.954,08. Conforme consta no sistema eleitoral, o dinheiro seria referente a aplicações e investimentos, veículo automotor, caderneta de poupança, entre outros itens.

As informações sobre o patrimônio declarado por cada candidato está disponível no sistema público do Divulgacand, do TSE. As listas com discriminação dos bens e os respectivos valores foram consultados pela reportagem do Linkada News nesta terça-feira e quarta-feira (13 e 14).

Confira abaixo a lista de patrimônio declarado por cada candidato:

CAMPINA GRANDE DO SUL

Bihl Zanetti (PSDB)


Dados disponíveis em:

http://divulgacandcontas.tse.jus.br/divulga/#/candidato/2016/2/74772/160000031627

Anderson Ribeiro (Rede)

Não declarou bens

Dados disponíveis em:

http://divulgacandcontas.tse.jus.br/divulga/#/candidato/2016/2/74772/160000020683

QUATRO BARRAS

Tercio Albuquerque (PPS)


Dados disponíveis em:

http://divulgacandcontas.tse.jus.br/divulga/#/candidato/2016/2/77950/160000025025

Malko (PDT)


Dados disponíveis em:

http://divulgacandcontas.tse.jus.br/divulga/#/candidato/2016/2/77950/160000021265

Lara (PMDB)


Dados disponíveis em:

http://divulgacandcontas.tse.jus.br/divulga/#/candidato/2016/2/77950/160000019296

Edison Repinoski (PSD)


Dados disponíveis em:

http://divulgacandcontas.tse.jus.br/divulga/#/candidato/2016/2/77950/160000030540

(Fotos: Divulgação TSE)


1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/7

1/5

1/6