495450580893305 Confira dicas de como se prevenir das doenças típicas do outono

Confira dicas de como se prevenir das doenças típicas do outono



O outono chegou e com ele vem aqueles meses mais frios do ano. Considerada por muitos uma das estações mais charmosas, também é um período em que é necessário tomar um cuidado redobrado com algumas doenças. Entre os principais problemas típicos do outono estão as doenças respiratórias.

De acordo com o enfermeiro e coordenador técnico da UBS Conceição Maria de Andrade (Campina Grande do Sul) ,Kayo Augustus Santos, nesse período as doenças mais comuns são as relacionadas com as alterações na temperatura. “Abrangem desde resfriados, gripes e alergias respiratórias (renite), até mesmo pneumonias e meningites (que são infecção respiratória), que necessitam de uma maior atenção. Estima-se que o aumento destes casos seja em média de 40%”, afirma o especialista.

Ele explica que em relação ao resfriado não existe um tratamento específico para o quadro, mas é possível evitá-lo. “O que é indicado para o quadro é o tratamento sintomático, este que visa proporcionar uma melhora dos sintomas, além de hábitos como o aumento da ingestão hídrica (água, sucos e reidratantes), gargarejo com agúa morna, sal e limão, que facilitam a eliminação da secreção contaminada”, recomenda.

Já em relação a gripe, está disponível no Sistema Único de Saúde (SUS) a vacina contra o vírus Influenza, que proporciona a possibilidade da criação de anticorpos específicos para alguns subtipos desta doença (neste casos os mais fortes e agressivos). “Vale ressaltar que o fato de receber a vacina não impossibilita a pessoa de adquirir outros quadros gripais, porém, não serão os subtipos presentes na vacina. O tratamento é sintomático (de acordo com as queixas do paciente), e visa promover uma melhora dos sintomas e evitar infecções secundárias de maior proporção”, frisa.

Alguns hábitos como a lavagem frequente das mãos, uso de álcool em gel, manter os dedos longe da boca e nariz (não coçar o nariz e nem roer as unhas), não compartilhar copos com outras pessoas, e evitar o contato íntimo com pessoas que apresentam os sintomas de resfriados e gripes são algumas maneira de prevenir essas doenças.

Manter uma alimentação equilibrada e ingerir bastante líquidos, principalmente água, também é uma das maneiras de se prevenção destas doenças típicas das estações frias. “A alimentação e hidratação são de grande valia para uma manutenção correta do funcionamento do corpo. Uma ingestão hídrica adequada contribui para que o indivíduo mantenha constantemente as vias aéreas lubrificadas, diminuindo o ressecamento do nariz e garganta, e facilitando a eliminação das secreções contaminadas. A alimentação saudável, que deve ser dividida em no mínimo cinco refeições diárias e intercaladas, rica em vitaminas e nutrientes, proporciona ao indivíduo uma melhor resposta da sistema imunológico em relação aos quadros respiratórios”, sugere.


Época das alergias

É no outono e também no inverno que as alergias tendem a aumentar consideravelmente. O tempo seco e mais frio desta época são os principais gatilhos da doença. Apesar de não poder ser evitado, é possível tomar algumas medidas para controlar o problema. “Para a prevenção dos processos alérgicos, orienta-se que as pessoas estejam sempre em ambiente com circulação e ventilação de ar; fazer sempre a limpeza de móveis e bancadas; evitar tapetes, carpetes, cortinas, almofadas, bichos de pelúcia; evitar direta e indiretamente o contato com a fumaça de cigarro, principalmente em ambientes fechados; lavar as roupas de inverno antes de usá-las; lavar frequentemente cobertores e mantas; utilizar produtos para diminuição do mofo e umidade do ambiente; envolver colchões e travesseiros em capas que bloqueiam a entrada de acaros”, recomenda Kayo.


1/1

1/4

1/7

1/1

1/6

1/5