495450580893305 Confronto entre policiais militares e bandidos em Campina Grande do Sul, teria resultado na morte de

Confronto entre policiais militares e bandidos em Campina Grande do Sul, teria resultado na morte de


O confronto entre policiais militares e bandidos na última quarta-feira (15) em Campina Grande do Sul, teria resultado na morte de um inocente, a princípio apontado como um dos suspeitos de participação no roubo de um caminhão na BR-116.

Conforme relata a família de Jean Carlos Pacheco, de 40 anos, ele foi feito refém pelos bandidos que trocaram tiros com os policiais militares. Jean era motorista do caminhão que havia sido roubado e acabou levando um tiro na nuca durante a perseguição.

Um soldado também levou um tiro de raspão no ombro. No final da Rodovia do Caqui, os marginais perderam o controle do veículo Celta em que estavam e caíram na área de uma chácara.

Os dois bandidos que estavam no veículo fugiram e não foram localizados. O corpo de Jean foi encontrado no banco de trás do carro e foi apontado como um dos possíveis suspeitos.

De acordo com um parente da vítima, Jean era dono de uma empresa de transportes e trabalhava como motorista há cerca de 15 anos. Ele teria feito uma parada para dormir, quando foi sequestrado por dois bandidos, mas o caminhão tinha rastreador e parou no quilômetro 68 da BR-116. Jean deixou esposa e duas filhas, de 10 e 9 anos.

As informações repassadas pelo 22.º Batalhão da PM é que houve confronto depois que os suspeitos atiraram contra os policiais. O Siate foi chamado e atestou a morte.

De acordo com a assessoria, a PM abriu inquérito para apurar se existe responsabilidade dos policiais.Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil, o caso está sendo investigado pelo O delegado-titular de Campina Grande do Sul, Osmar Feijó.

#confrontoentrepoliciaismilitaresebandidosemcampinagrandedosul #teriaresultadonamortedeuminocente

1/1

1/1

1/3

1/1

1/6