495450580893305

Conheça o projeto Comprova que busca combater as Fake News


Na quinta-feira (2), o Linkada News iniciou a campanha “Fake News Não”, como forma de divulgar à população maneiras de evitar a divulgação de notícias falsas que, na maioria das vezes, acabam afetando setores da sociedade, em especial, o político.

Nesta semana, o Linkada News traz um projeto, que foi lançado em junho no congresso da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), em São Paulo. Intitulado “Projeto Comprova”, a proposta busca combater as fake News nas eleições 2018, e para que isso aconteça efetivamente, 24 veículos de mídia se uniram e vão trabalhar de forma colaborativa na detecção e verificação de rumores, conteúdo enganoso e táticas de manipulação nas redes sociais, sendo que apenas as declarações de candidatos não serão checadas. Essa parceria será coordenada pela Abraji, mas sem ingerência sobre o conteúdo a ser publicado.

A ideia é que as redações envolvidas no projeto produzam peças de fácil compartilhamento, como vídeos, imagens e animações, para que os desmentidos atinjam o maior número possível de pessoas, e, assim, as notícias falsas não sejam disseminadas. Haverá também uma checagem cruzada de todos os conteúdos: nenhum desmentido será publicado antes de ao menos três veículos diferentes entrarem em acordo sobre a falsidade da informação em questão. Caso o público queira interagir com o projeto, haverá um número de WhatsApp, para o qual podem ser enviados imagens, vídeos e áudios, que sejam considerados suspeitos.


Os veículos de comunicação brasileiros que participarão da iniciativa são: Estadão, AFP, Band (TVs e rádios do grupo), Canal Futura, Correio, Correio do Povo, Exame, Folha de S.Paulo, GaúchaZH, Gazeta Online, Gazeta do Povo, Jornal do Commercio, Metro Brasil, Nexo Jornal, Nova Escola, NSC Comunicação, O Povo, Poder360, revista piauí, SBT, UOL e Veja. O Google News Initiative e o Facebook Journalism Project ajudam a financiar o projeto, além de oferecer treinamento e apoio técnico.

COMO SURGIU O PROJETO - O Comprova nasceu a partir de uma iniciativa do First Draft, entidade ligada ao Centro Shorenstein para Mídia, Política e Políticas Públicas, da Escola de Governo John F. Kennedy, na Universidade Harvard, dos Estados Unidos. O First Draft pesquisa e combate a desinformação na internet, e já organizou uma coalizão de mídia na campanha eleitoral da França, no ano passado.

Confira mais em: https://projetocomprova.com.br/

(Imagem: Luis Linkada)


1/1

1/10

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/2