495450580893305 Consumidor deve se preparar para novo aumento na Energia Elétrica

Consumidor deve se preparar para novo aumento na Energia Elétrica



Uma liminar judicial que beneficia grandes indústrias, em relação aos encargos, pode fazer com que os consumidores residenciais de energia elétrica sofram uma nova onda de aumentos nas tarifas de energia, caso a ação seja cumprida. A Associação Brasileira de Grandes Consumidores Industriais de Energia e de Consumidores Livres (Abrace), grupo que engloba grandes empresas como Ambev, bayer, Brasken, Brasil Kirin, Alcoa e Dow, garantiu na justiça a decisão liminar que suspende o pagamento da Conta de Desenvolvimento Energético.

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica abriu uma audiência pública para definir como implementar a decisão, obtida pela Abrace, que suspende o pagamento de parte dos encargos tarifários das empresas. Aline Bagesteiro, coordenadora jurídica da Abrace, afirmou que o CDE se tornou um custo muito grande para a indústria. Ela ainda afirma que a parcela que não será mais paga pelas empresas associadas será rateada entre os demais consumidores em forma de reajuste enviando sugestões.

De acordo coma Aneel, a estimativa é que o impacto seja diferente em cada região, a depender de onde estão distribuídos os associados da Abrace que irão pagar menos pelo encargo. Para definir como será feito o reajuste, a Aneel abriu uma audiência pública. Os interessados podem colaborar para o órgão entre 27 de agosto e 16 de setembro. Link: http://www.aneel.gov.br/aplicacoes/noticias/Output_Noticias.cfm?Identidade=8765&id_area=90


1/1

1/1

1/6

1/1

1/1