495450580893305
 
  • Portal Linkada News

Contratos da antiga gestão serão revisados pela prefeitura de Colombo

Da Redação com assessoria


O prefeito de Colombo, Helder Lazarotto determinou através do decreto 001/2021 publicado nesta segunda-feira (11), a revisão de todos os contratos publicados até 60 dias antes do fim do ano passado. A nova gestão fará uma reavaliação e renegociação dos contratos em vigor e das licitações em curso. O objetivo é economizar recursos públicos no âmbito da administração direta da prefeitura.


Esse é o primeiro decreto do executivo municipal apresentado pela Secretaria Municipal de Administração, através do secretário Ademir Alberti Chaves Garcia. “Desenvolvemos este decreto com a intenção de promover a reavaliação das licitações em curso para compras e contratações de bens e serviços. Caso não estejam de acordo com os parâmetros, existe a possibilidade de rescisão de contratos relevantes para a atual gestão”.


Após toda a averiguação dos contratos, os secretários apresentarão informações e a revisão dos custos e se possível apresentarão iniciativas para baixa nos valores a serem investidos em materiais, equipamentos e serviços, assim como abrir processos licitatórios para novas contratações.


Foto: Divulgação

Para o prefeito Helder Lazarotto, processos como este ajudam a economizar recursos importantes a serem investidos de maneira inteligente no município. “Com critérios técnicos, o dinheiro do contribuinte é destinado ao que realmente é necessário, o bem estar de todos os cidadãos. Temos o objetivo de fomentar a economia local e por isso cada centavo precisa ser bem aplicado sem desperdícios”.


Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, dois exemplos do mau uso do dinheiro público estão em itens que vão desde materiais escolares até produtos básicos de limpeza. No depósito do Almoxarifado da Secretaria Municipal de Assistência Social, encontramos 225 potes de tinta guache, com vencimento em fevereiro de 2019 (antes da pandemia), canetas vencidas em 2012 e quase seis mil unidades de detergentes que não podem ser utilizados desde setembro de 2020.


COMISSÕES ESPECIAIS - Cada secretaria será responsável pela elaboração dos relatórios mensais das fases de reavaliação e de renegociação. O decreto inicia nesta segunda-feira (11) e concluirá dia 29 de março, podendo apresentar renegociação até 30 de abril.


1/1