495450580893305 Coordenadora de Meio Ambiente de Quatro Barras é ferida na cabeça; servidora acredita em atentado

Coordenadora de Meio Ambiente de Quatro Barras é ferida na cabeça; servidora acredita em atentado



Durante a noite de quinta-feira (3), a servidora pública Cristiane Fortes, de Quatro Barras, foi vítima de um atentado, conforme ela mesma descreveu em um áudio enviado à nossa redação no fim da noite desta sexta-feira (4). Atualmente, Cristiane que também é jornalista está a frente da coordenação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, onde tem como principal função a atenção especial ao trabalho de proteção animal.

De acordo com Cristiane, era por volta das 20h15, quando ela levou um golpe na cabeça, enquanto alimentava cães num abrigo localizado no bairro Cohab. Após o episódio, imagens da coordenadora ferida na testa e bastante ensanguentada se espalharam pelas redes sociais. Nos grupos de WhatsApp da região a pergunta dos usuários era a mesma: O que aconteceu com a Cristiane Fortes?

Procurada por nossa reportagem a coordenadora relatou o que presenciou. “Antes de ir embora, sempre passo no abrigo alimentar os cães. Cheguei no local e iluminei as casinhas dos cachorros com o farol do meu carro, como sempre faço. No momento em que me abaixei para juntar algumas garrafas pet no chão, percebi a aproximação de uma pessoa, ouvi o barulho dos passos. Quando me levantei, levei uma forte pancada na cabeça, fiquei meio desorientada. As duas cachorras que estavam soltas avançaram no suspeito. Enquanto elas o atacavam, eu levantei correndo, entrei no carro e sai do local”, disse.

Em primeiro momento Cristiane achou que poderia se tratar de uma tentativa de assalto, porém, o fato do suspeito não roubar o carro e nenhum pertence seu, a faz acreditar que ela tenha sofrido um atentado. “Pensei que poderia ser alguém que estava drogado, e assim que me viu sozinha aproveitou para me roubar, mas não foi o que aconteceu. O suspeito teve a oportunidade de levar o carro enquanto estava entretida com os cães, a chave inclusive estava na ignição, mas não o fez. Ele foi simplesmente lá para me agredir”, acredita.

Consciente e muito assustada, Cristiane se dirigiu até o Pronto Socorro do Hospital Angelina Caron, em Campina Grande do Sul, onde levou pontos no ferimento e permaneceu em observação, sendo liberada na mesma noite. “O médico comentou que pode ter sido um pedaço de ferro que a pessoa usou. A ponta do objeto fez um buraco profundo na minha testa, sangrou muito”, completou.

Carro suspeito

Outro detalhe que leva Cristiane a crer em um possível atentando é que, segundo ela, na manhã de quinta-feira, mesmo dia do ocorrido, um funcionário público na sua companhia flagrou o carro em que ambos estavam sendo seguido por um veículo em atitude suspeita, no qual seus ocupantes faziam registros fotográficos com um celular. "Pareciam querer saber para onde estávamos indo, o que iríamos fazer".

Desabafo

O episódio presenciado por Cristiane Fortes deixou a coordenadora preocupada. Ela chegou a fazer um desabafo ao Linkada News sobre sua atuação política e pública em Quatro Barras.

“Muitas pessoas conversaram comigo sobre minha forma de atuar na cidade, o que já fiz e tenho feito. Devido a minha dedicação pelos animais reconheço que venho colocado minha vida em risco. A atual gestão não se interessa tanto pelos animais abandonados, quanto eu me interesso. Queria muito que houvesse uma administração dando carta branca para eu agir, mas tenho que cumprir ordens. Eu entendo a prefeitura, que por outro lado, acaba sendo cobrada pela população. Se o prefeito liberar recursos para castração ele é criticado, se ele liberar um abrigo público para cães também será criticado, pois terá custeio com manutenção e ração. As pessoas desejam que tenha solução para o problema dos animais abandonados, mas sempre estão tecendo críticas. A minha dedicação colocou minha vida em risco. Me arrisquei em um local escuro e perigoso em um espaço que consegui readequar os animais de rua. Outro lado que pesa também é que sempre fui contra a corrupção, contra os políticos que se apoderam do patrimônio público, e isso me preocupa”.

Histórico de luta animal e combate à corrupção

Amada por uns, odiada por outros. Assim podemos definir a relação de Cristiane Fortes com políticos e cidadãos comuns. Moradora de Quatro Barras há mais de 35 anos, a jornalista é figura conhecida no município e se destaca por sua atuação na área de proteção animal, tanto que foi nomeada pelo atual gestor municipal para tratar do tema desenvolvendo projetos de castração e vacinação, Censo Animal (lançamento na próxima semana), chipagem de animais domésticos (cães e gatos), além de parceria com entidades para minimizar o abandono e punição aos maus tratos com cães, gatos e cavalos. Decidiu ingressar na política em 2016, quando concorreu ao pleito como vereadora pela coligação do atual prefeito Lara (PMDB), obtendo 191 votos nas urnas.

Fortes é também fundadora do Jornal Metropolitans, que até o ano passado circulava mensalmente na cidade de Quatro Barras e arredores. O principal carro chefe do periódico era reportagens investigativas e denúncias envolvendo a política local. Uma das reportagens de grande repercussão no impresso foi sobre denúncias de nepotismo na Prefeitura Municipal. Na época, as denúncias ganharam destaque também durante um dos principais telejornais da RPCTV. Veja a reportagem abaixo:


Ainda se tratando de ações contra a corrupção no município, Cristiane é autora de 39 denúncias apresentadas ao Ministério Público (PM) de irregularidades demonstradas no governo Tolardo, uma delas que culminou no bloqueio dos bens do ex-prefeito e de um ex-secretário. A denúncia tratava, em específico, sobre a designação de servidores da prefeitura para atender interesses particulares do gestor municipal, o que para o MP, configurou como enriquecimento ilícito e dano ao patrimônio público.

Paralelo ao periódico, Fortes administra um blog batizado com o seu nome e sobrenome, o "Cristiane Fortes Notícias". No endereço digital, costuma realizar postagens referentes à gestão anterior, à atual legislatura na Câmara Municipal e também ao atual executivo local.

Um dos episódios de grande repercussão envolvendo o nome de Cristiane Fortes foi em 2011, quando ela acabou sendo agredida por um assessor do ex-prefeito Tolardo (PSD), Frederico Bernardi, hoje, nomeado secretário na gestão do prefeito Bihl Zanetti (PSDB), de Campina Grande do Sul. O caso ganhou destaque nos meios de comunicação de Curitiba e região, e também a nível nacional. A agressão foi repudiada pelo Sindicato de Jornalistas do Estado do Paraná (Sindijor-PR), principal órgão de defesa dos interesses da categoria no estado.


1/1

1/1

1/3

1/1

1/6