495450580893305 Dados do CAGED indicam liderança da Região Oeste do Paraná em criação de empregos no estado

Dados do CAGED indicam liderança da Região Oeste do Paraná em criação de empregos no estado



Para o CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho e Emprego), a região oeste do Paraná foi a que mais criou vagas de empregos no estado no 1.º semestre de 2015. Ao todo, foram 6.696 vagas de emprego com carteira assinado entre janeiro a junho.

De acordo com o Caged, é responsável pelo resultado positivo, principalmente, o setor frigorífico, que foi o que mais contratou no período entre todos os setores da economia. Foram 11.931 vagas preenchidas, o que representa 13% de todos os trabalhadores contratados na região.

As cidades de Toledo e Cascavel foram as que concentraram o maior número de trabalhadores no setor. Juntos, os dois municípios tem 17% da mão de obra empregada nas empresas frigoríficas de todo o Paraná. Em seguida vem Cafelândia, Matelândia, Medianeira e Palotina, todas no oeste do estado.

Os dados divulgados indicam que o setor mais contratou do que demitiu no primeiro semestre. No total, foram 2.613 novos postos de trabalho.

Outros Setores

Além da frigorífica, o setor turístico também colaborou com o número de contratações. A região conta com um dos atrativos mais procurados pelos turistas, as Cataratas do Iguaçu, e por isso, a região ocupa o 3.º lugar no ranking estadual de contratação de trabalhadores dos setores ligados ao turismo. No primeiro semestre foram 5.471 contratações formais, ficando atrás da Região Metropolitana de Curitiba e da região norte- central.

Outros setores apresentaram bons resultados na geração de emprego. No setor de comércio foram 238 novos postos de empregos no primeiro semestre. Assim como a produção de pescados, que no oeste registrou crescimento na geração de empregos formais.

Já em 2010, o setor de pescados gerou 196 postos de trabalho, e em 2013, ao número aumentou significativamente para 752. A cidade de Nova Aurora é a que mais concentra empregos da indústria de pescados do estado, com 89%.

(Foto: Divulgação)


1/1

1/1

1/3

1/1

1/6