495450580893305
 
  • Linkada News

DFRV prende último integrante de quadrilha que praticava roubos à residencias e chácaras na região



Suspeito de integrar uma quadrilha que roubava chácaras e residências nas cidades de Campina Grande do Sul, Colombo e Quatro Barras, Manoel Felipe, 24 anos, foi preso na tarde desta quinta-feira (1º) no bairro Jardim Paraná, em Colombo.

De acordo com informações colhidas pelo Linkada News, Felipe estava foragido e foi preso por policiais da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos de Curitiba (DFRV), pertencente à Polícia Civil, numa residência por volta das 14h30.

Ele é o quarto e último integrante de uma quadrilha que praticou diversos delitos nas cidades da região. Dentre os crimes estão dois latrocínios (roubos seguidos de morte) cometidos pelo bando. As vítimas moravam em Campina Grande do Sul e Quatro Barras. CLIQUE AQUI para rever a reportagem.

Um dos integrantes e líder do grupo, Maicon Ribeiro, seria seu cunhado segundo a Polícia, e foi um dos primeiros membros da quadrilha a ser preso em 2016. CLIQUE AQUI para rever a reportagem.

As investigações para chegar até Felipe duraram cerca de dois anos e começaram pela Delegacia de Quatro Barras, depois de várias vítimas registrarem queixa na unidade policial. Na época, houve até uma reunião com o delegado titular e as vítimas da quadrilha, que reivindicaram agilidade nas investigações. CLIQUE AQUI para ver a reportagem.

O grupo é investigado por mais de 25 furtos em chácaras e residências das regiões, além de dois latrocínios. “O chefe da quadrilha, um homem, de 24 anos, que seria o cunhado do rapaz preso na ação, já encontra-se preso desde o ano de 2016 e conta com uma condenação superior a 120 anos de prisão”, afirma o delegado-titular da DFRV, Herculano Augusto de Abreu.

Conforme a Polícia Civil, Felipe chegou a morar em Florianópolis, em Santa Catarina, e há cinco meses havia retornado para a região. Ele também trabalhou como guardião de casas e usava traje padrão para exercer a atividade como colete balístico, calça tática preta, porta celular e apito.

Com a prisão de Felipe, a Polícia Civil dá por encerrado o caso sobre a quadrilha que praticava delitos em residências e chácaras da região.

(Foto: Colaboração Polícia Civil)


1/1

1/1

1/2

1/1

1/1

1/2

1/1

1/10

1/2

1/5