495450580893305
top of page
  • Portal Linkada News

Fábrica irregular de fertilizantes é fechada e proprietários acabam presos em Colombo

Com informações de Redação Banda B


Uma fábrica irregular de fertilizantes, localizada no bairro Mauá, em Colombo, foi fechada na manhã desta terça-feira (19), durante uma operação da Polícia Civil.


Segundo a delegacia de Proteção ao Meio Ambiente, cerca de 60 toneladas de fertilizantes eram produzidos por dia no local, sem qualquer indicação de procedência. Na ação policial, um casal foi preso.


“É um material misturado sem indicação de procedência ambiental. É importante destacar que esse fertilizantes é colocado no solo, então há reflexo na produção agrícola. É um produto que pode ter matéria prima cancerígena ou envenenada. Por isso a preocupação em realizar a operação”, esclareceu o delegado Guilherme Dias.

Foto: Divulgação/Polícia Civil

A investigação começou após uma denúncia anônima. Além da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente, participaram da operação o Instituto Água e Terra (IAT), Ministério da Agricultura, Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) e Instituto de Criminalística de Curitiba.


“O casal forneceu informações falsas para obter o registro ambiental. Então, o IAT autuou o estabelecimento, bem como o Ministério da Agricultura fez a apreensão. A gente faz um alerta ao produtor rural para que, com o aumento do preço, temos uma tendência de aumento de crimes, que impactam diretamente na produção de alimentos”, disse o delegado.


A Polícia Civil informou que o casal ‘mascarava’ o produto, para que parecesse verdadeiro. Diante da operação, a coordenadora do Programa de Fiscalização de Fertilizantes da Adapar, Caroline Garbuio, explicou que a mistura não tinha qualquer padrão de qualidade.


Segundo a coordenadora, a falsificação pode enganar o agricultor e reduzir a produtividade. No caso de Colombo, uma amostra foi apreendida e encaminhada para perícia. Os dois proprietários foram detidos e levados à delegacia para prestar depoimento.

 


1/4
1/1

1/10

1/1

1/1
bottom of page