495450580893305
 

Feriado da Independência é marcado por manifestações pelo país e discurso de Bolsonaro

Manifestações pró e contra o governo em todo o país, discurso do presidente Jair Bolsonaro em São Paulo e comentários de governadores sobre crise institucional marcaram o último 7 de setembro (feriado da Independência). Na data, o presidente ameaçou não cumprir decisões do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, afirmando que não será preso. Ele ainda disse que “ou esse ministro se enquadra ou pede para sair”.


Apesar do receio de confrontos, os atos a favor e contra o Governo Federal ocorreram em tranquilidade em diversas cidades do Brasil. Enquanto bolsonaristas levantavam bandeiras em repúdio ao STF e pedindo voto impresso, a oposição aparecia com faixas de partidos de esquerda e centrais sindicais, além de pautas a favor da democracia.

Fotos 1: divulgação/Central Única dos Trabalhadores.// Foto 2: Fabio Rodrigues/Agência Brasil

Os governadores também aproveitaram o momento para se manifestar nas redes sociais, nas quais destacaram a importância da democracia e da liberdade. Eles ainda pediram uma sociedade mais justa e que as instituições sejam cada vez mais fortalecidas.


REPERCUSSÃO NA IMPRENSA INTERNACIONAL - O The New York Times afirmou que Bolsonaro quer dar uma "mostra de forças que seus críticos temem ser um prelúdio a um golpe". Já o jornal britânico The Guardian destacou que "milhares marcharam em apoio ao presidente populista de extrema direita, mas pesquisas sugerem que sua Presidência pode estar saindo dos trilhos ante as eleições do ano que vem".

 

1/1

1/10

1/4

1/1

1/1