495450580893305 Gravíssimo acidente na BR 116 no Km 10 próximo ao viaduto de acesso ao Parque Castelo Branco no sent

Gravíssimo acidente na BR 116 no Km 10 próximo ao viaduto de acesso ao Parque Castelo Branco no sent


Uma cena inacreditável chocou quem passava pela Trincheira do Trevo do Atuba.

Por volta das 00:45h da madrugada deste Sábado (11), aconteceu um gravíssimo acidente na BR 116 no Km 10 próximo ao viaduto de acesso ao Parque Castelo Branco no sentido Curitiba. Segundo informações dos investigadores da Polícia Civil, um homem identificado como Marco Aurélio Savovisk, de 31 anos, morreu na hora após o atropelamento quando andava de bicicleta pela margem da BR e seu corpo arrastado preso no para-choque por cerca de 13 Km até as proximidades do trevo do Atuba em Colombo.

Após o acidente, o motorista José Adil Simioni, de 58 anos, não parou o veículo e seguiu por alguns quilômetros, com o corpo da vítima no para-brisa. Ele foi interceptado por populares que, revoltados, tentaram linchá-lo. “O condutor estava com visíveis sinais de embriaguez e nós tivemos que colocá-lo na viatura às pressas para que ele não fosse agredido por quem estava no local”, relatou o guarda Olkuszewski

Airton, um motociclista que ajudou a parar o Strada, contou que o condutor estava bastante alterado. “Eu entrei na frente do veículo para ele parar e, mesmo assim, ele continuou e ainda bateu na traseira da moto. Ele não sabia o que estava fazendo”, contou.

Para completar a confusão, um segundo homem, com um copo de cerveja na mão, começou a defender o motorista do Strada, dizendo que ele deveria ser liberado. A GM trabalhou para evitar, então, um segundo linchamento. Adriana, uma das testemunhas, estava revoltada com a situação. “Ele matou um inocente e vem gente dizer que ele não tem culpa? Daqui a 10 dias esse homem está solto, matando mais pessoas no trânsito”.

O corpo de Marco Aurélio foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) e o motorista levado pelos guardas para realizar o teste do bafômetro e ser submetido aos procedimentos cabíveis nesse caso.

#atropelamento #homeméarrastadopeloparabrisa

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/7

1/5

1/6