495450580893305 Grupo se perde e uma pessoa morre no Pico do Paraná

Grupo se perde e uma pessoa morre no Pico do Paraná


Do Paraná Online

O resgate das seis pessoas, que ficaram três dias perdidas na Serra do Mar, acabou na manhã de sábado (21), depois de uma madrugada de incursão na mata, feita por 11 bombeiros e voluntários. Moisés Rissardi Leite, 14 anos, não resistiu e morreu antes do socorro. Eles estavam perdidos no morro Siririca, no caminho para o morro Tucum, na região do Pico Paraná, em Campina Grande do Sul, desde quarta-feira (14) da semana passada.

Segundo os montanhistas, o morro é considerado um dos mais difíceis de acesso ao Pico do Paraná, por conta da mata ser mais fechada e o trajeto exigir até nove horas de caminhada. O caseiro de uma chácara da região, de 39 anos, a mulher dele, da mesma idade, além de uma garota de 12 anos, e um rapaz, de aproximadamente 19, foram levados ao Hospital Angelina Caron. O hospital não informou o estado de saúde das vítimas.

Resgate

O agente penitenciário e montanhista Didier Riva, 31 anos, que ficou perdido com o grupo, foi quem conseguiu chamar ajuda. De acordo com o relato do irmão dele, Derek Riva, Didier saiu de casa na quarta-feira para subir o morro. Entrou na serra pela Chácara do Bolinha. O caseiro e a família foram fazer o passeio junto e depois das chuvas que alteraram as trilhas, se perderam.

Por volta do meio-dia de sexta-feira, o agente deixou o caseiro e a família perto de um rio, porque estavam debilitados, e foi sozinho atrás de socorro. Por volta das 17h, alcançou o posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR-116, em Quatro Barras. Os bombeiros chegaram em seguida e foram com ele até o local onde tinha deixado as outras cinco pessoas. Elas foram encontradas de madrugada e o resgate durou até o começo da manhã.

(Foto: C.L. Justen/Flickr)

#gruposeperdeeumadolescentemorrenopicodoparaná

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/7

1/5

1/6