495450580893305 Homem "perde a cabeça" ao flagrar esposa com outro e mata amante a facadas no Ribeirão Gra

Homem "perde a cabeça" ao flagrar esposa com outro e mata amante a facadas no Ribeirão Gra



Por volta das 9h desta segunda-feira (25) a Polícia Civil de Campina Grande do Sul cumpriu o mandado de prisão de Jeferson de Jesus de Souza, 27 anos, apontado como autor de um homicídio ocorrido em março deste ano na região do Ribeirão Grande, área rural do município.

Segundo as investigações, Souza matou a facadas o amante de sua esposa e desferiu vários golpes contra a mesma, atingindo-a no abdômen. Ela foi socorrida em estado grave ao Hospital Angelina Caron, onde permaneceu internada por 18 dias. Já seu amante identificado apenas como Josenilton não teve a mesma sorte, e acabou morto a facadas pelo marido.

Na delegacia, o preso confessou o crime e disse que "perdeu a cabeça" ao flagrar sua mulher com outro, que segundo Souza, tinha também um relacionamento com a sua mãe. “Ele tentou fugir, corri atrás dele e acertei-o com vários golpes. Ele se relacionava com a minha mãe, os dois brigaram e ele começou a dar em cima da minha esposa, enviando mensagens pelo celular. Eu descobri e resolvi armar um flagrante nos dois”, contou Souza.

Após ganhar alta, a esposa de Souza voltou a ter um relacionamento com o marido, tanto que no momento da prisão, ela estava se mudando com ele para uma casa na Avenida Augusto Staben, no Jardim Paulista. “A equipe ficou surpresa ao presenciar no momento da prisão que mesmo após ter sido vítima do companheiro, a jovem ainda estava morando com ele”, comentou o delegado responsável pelo caso, Messias da Rosa.


Em conversa com a imprensa, a mulher de Souza, Catarine Lourenço Lubian, 18 anos, disse estar arrependida pela traição, e mais do que isso, sente-se culpada por tudo que aconteceu. “Não queria que tivesse chegado a esse ponto. Isso serve de exemplo para que as mulheres pensem duas vezes antes de traírem seus maridos. Eu gosto dele, ele não merecia isso", desabafou ela. A mulher afirmou ainda que vai esperar o marido cumprir a pena, pois apesar de tê-lo traído, ela diz amá-lo muito. “Nem que seja até o resto da minha vida vou esperar ele sair da prisão”, completou ela.

Ao que tudo mostra, o sentimento de Jeferson também é recíproco pela esposa. “Eu já perdoei ela. Quando eu sair da cadeia, se ela quiser voltar comigo, eu volto, mas se ela quiser viver com outra pessoa, ela é quem sabe”, conta ele.

Caso condenado, Souza pode pegar ate 30 anos de prisão por homicídio qualificado e tentativa de homicídio contra a mulher. A Polícia investiga a participação do irmão de Souza no crime, pois conforme as investigações, ele ajudou o irmão a matar e a esconder o corpo do padastro embaixo de uma pedra.

(Fotos: Adilson Santos)


1/1

1/4

1/7

1/1

1/6

1/5