495450580893305

Imunização contra a Covid-19 começa hoje em Campina e Quatro Barras

Com Plano de Vacinação definido, Campina Grande do Sul e Quatro Barras iniciam nesta quarta-feira (20) a imunização contra a Covid-19. O primeiro lote de doses da vacina disponibilizado pelo Governo do Estado chegou aos municípios na terça-feira (19) e deve ser destinado a grupos prioritários e profissionais que estão atuando na linha de frente em combate à pandemia.


Em Campina Grande do Sul as primeiras doses serão aplicadas nos grupos elencados no plano municipal, sendo eles: trabalhadores da área da saúde, que atuam na linha de frente do combate ao coronavírus; pessoas de 60 anos ou mais institucionalizadas/abrigadas; trabalhadores educacionais e da Assistência Social (CRAS, CREAS, Casas/Unidades de Acolhimento); pessoas com deficiência institucionalizadas (APAE)/abrigadas; estudantes na área da saúde (atuando na linha de frente do combate à pandemia); pessoas com deficiência permanente severa e trabalhadores de Força de Segurança e Salvamento.


Já em Quatro Barras a primeira fase da imunização, que conta com 180 doses da vacina, vai contemplar profissionais que atuam na linha de frente no combate ao coronavírus, isto é, médicos, enfermeiros e equipes que trabalham em Centros Médicos de Atendimento à Covid-19, localizados na região central, no Jardim Menino Deus e na Borda do Campo. Além deles, idosos pertencentes à Instituição de Longa Permanência e demais profissionais da área da saúde, conforme a faixa etária, serão imunizados neste primeiro momento.


A segunda fase da vacinação - que deve ocorrer cerca de um mês após a primeira, conforme previsão da Prefeitura de Quatro Barras - será destinada aos profissionais da saúde não atendidos na primeira etapa e aos idosos acima de 60 anos, escalonados de acordo com a idade e quantitativo de vacinas disponíveis. Esta fase também engloba funcionários e população privada de liberdade (detentos), trabalhadores do Serviço Social e servidores da Guarda Municipal.


Já a terceira fase será destinada às pessoas com comorbidades, como cardiopatias graves, diabéticos, hipertensos, obesos, portadores de doenças neurológicas, portadores de pneumopatias graves, pessoas com deficiências permanentes severas, portadores de neoplasias, imunissuprimidos e transplantados. A Secretaria de Saúde esclarece que, quanto a este grupo, será necessária a indicação médica para vacinação, nas situações de transplantados, oncológicos, imunodeprimidos, portadores de doenças reumatóides imunomediadas e antiagregantes, plaquetários e anticoagulantes orais.


A quarta fase será dirigida a trabalhadores essenciais como profissionais da limpeza pública, trabalhadores do transporte coletivo rodoviário e ferroviário de passageiros, profissionais da Educação e caminhoneiros. As vacinas serão aplicadas nas Unidades Básicas de Saúde do município. Segundo a secretária da pasta, Daniela Ribeiro Cunha, a Secretaria já trabalha com a possibilidade de horários estendidos em pontos estratégicos de vacinação e eventuais aberturas aos sábados, conforme a demanda e as doses liberadas pelo Governo do Estado.


O prefeito Loreno Tolardo disse que a Prefeitura já detém todo o planejamento traçado e que vai aplicar a máxima agilidade nos procedimentos a fim de garantir uma rápida imunização, conforme lotes disponibilizados da vacina. "Toda a nossa equipe está empenhada neste sentido. A chegada da vacina é uma vitória, mas já sabíamos de antemão que ocorreria de forma escalonada e gradual. Por isso, pedimos a toda população que aguarde as fases sequenciais, mantendo todos os cuidados sanitários, como o uso de máscaras, higienização frequente das mãos, uso de álcool em gel e o distanciamento social. Conforme disponibilidade, os demais grupos também serão vacinados", ressaltou o prefeito.




1/1

1/10

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/2