495450580893305 Indicativo de greve ameaça atividades na Pastre e Boreal

Indicativo de greve ameaça atividades na Pastre e Boreal


Da Redação

Os trabalhadores das fábricas Pastre e Boreal, em Quatro Barras, podem entrar em greve na próxima semana, caso as empresas não apresentem propostas de reajuste no PPR (Programa de Participação de Resultados). O Sindicato realizou assembleias nessas fábricas com o objetivo de intermediar uma negociação entre os trabalhadores e patrões. Os cerca de 400 trabalhadores reivindicam, em média, um PPR de R$ 3.500,00, sem metas.

Além disso, o sindicato propõe um reajuste no Vale Mercado de R$ 165,00 para R$ 300 e abono salarial maior do que o oferecido em 2013, que foi de R$ 1.700,00, de acordo com as exigências da classe. Na última reunião com a entidade realizada nesta sexta-feira (1) na entrada da empresa Pastre, não houve avanço por parte dos empresários e uma nova rodada de negociação está marcada para o dia 6 (quarta-feira).

Segundo o diretor do Sindicato de Metalúrgicos de Curitiba, Edson Antônio dos Anjos, a próxima assembleia será decisiva e caso não seja apresentada proposta, as duas fábricas podem parar. “Vamos dar mais uma chance para a empresa. Espero que possamos entrar em um acordo, sem que haja a necessidade de uma paralisação”, afirmou.

(Fotos Luis Linkada)

#indicativodegreveameaçaatividadesnapastreeboreal

1/1

1/1

1/3

1/1

1/6