495450580893305

J. Camargo não comparece à CPI


Do Jornal de Colombo

Na manhã da última sexta-feira (6) os vereadores que fazem parte da Comissão Parlamentar de Inquérito da Festa da Uva de 2009 a 2012 deveriam ouvir o ex prefeito J. Camargo, mas ele não compareceu para dar seu testemunho.

O depoimento de Camargo estava marcado para às 10 horas, foi neste horário que o seu advogado, Roberto Breziski, compareceu e apresentou a justificativa da não presença do ex prefeito que segundo ele, seu cliente não teve acesso ao processo. O advogado requereu junto aos membros da CPI alguns documentos para que seu cliente possa se interar dos fatos para depois dar seu depoimento.

O relator da CPI, vereador Waldirlei Bueno, explicou como a CPI ira agir sobre o pedido do advogado. “A documentação que veio para nós em relação ao roubo da Festa da Uva esta em segredo de Justiça, por isso estaremos solicitando a juíza a possibilidade de passar esta documentação a eles. No que diz respeito as demais documentação, estão franqueadas e disponíveis. Mas eles devem ter acesso a esta documentação sobre o roubou, porque alguns deles foram vitimas ou testemunhas do fato. Como foi franqueado a nós, de termos acesso na CPI como segredo de Justiça, e se a juíza nos autorizar nós podemos franquear a eles também”, explicou.

O vereador também falou sobre um novo convite de J. Camargo na CPI. “O nosso jurídico vai analisar esta recusa. Na primeira vez foi uma justificativa não fundamentada, pois só pode faltar foi por problema de saúde ou se a pessoa não puder se locomover. Agora ele alegou que não teve acesso a cópia do processo, inclusive do que esta em segredo de Justiça. Com apoio do nosso jurídico vamos mais uma vez fazer o convite, e se for necessário vamos acionar o Poder Judiciário para que ele se faça presente”, disse Waldirlei.

Os vereadores da CPI ouviram as ex secretaria, Claudia Poli (Industria e Comércio) e Denise Tavares (Educação). O presidente da CPI, vereador Gil gera falou sobre quantas pessoas foram ouvidas e quantas ainda prestarão seus depoimentos junto a CPI. “Já ouvimos 11 pessoas, e acreditamos que dentro de todo o processo cerca de 20 pessoas serão ouvidas e outras que já deram seu depoimento, poderão ser ouvidas novamente”, explicou.

Sobre o quinto vereador a compor a CPI, Gil gera explicou que já foi solicitado ao presidente da Câmara, vereador Pelé, o pedido de indicação. “Encaminhamos um pedido ao presidente da casa para que seja indicado mais um vereador para a CPI, mas isso não impede os trabalhos que estão em andamento da CPI”, disse Gil Gera.

(Foto: Marcelo Flessak)

#cpi #uva

1/1

1/10

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/2