495450580893305

Jovem é assassinada em Quatro Barras; ex-namorado é o principal suspeito do crime



“Solteiro não é um estado civil, é um estado de paz”. Essa foi a última mensagem compartilhada pela jovem Kamylla Ruby Myttnon, 22 anos, entre seus amigos no facebook antes de ser assassinada a tiros em Quatro Barras, na madrugada desta terça-feira (31).

Morando de aluguel com uma amiga no bairro Florestal, Kamylla recebeu a visita do ex-namorado identificado apenas como Leandro, apontado por testemunhas como o autor do crime. No momento dos tiros, ela estava com o atual namorado na residência quando foi surpreendida com a visita de Leandro.

Antes de abrir a porta, a jovem pediu para que o atual namorado fosse para os fundos da casa para evitar uma confusão entre ele e o ex. Leandro teria chegado na casa, localizada na rua Altevir Alves Cordeiro, em uma moto e assim que adentrou no imóvel, sacou um revólver e atirou contra a jovem.

A vítima correu para fora da residência, onde acabou caindo próximo a um poste. Uma equipe dos Bombeiros chegou a ser acionada para socorrer Kamylla, mas quando chegou no local, ela já estava morta.

Pessoas próximas à jovem disseram que Leandro vinha tentando reatar o relacionamento, e que nos últimos dias Kamylla vinha recebendo ameaças do ex-namorado através das redes sociais após ele ter descoberto que a ex estava em um novo relacionamento.

Testemunhas disseram que ela resolveu terminar o namoro porque vinha sofrendo agressões físicas do ex-namorado. Por conta da opressão sofrida, a jovem havia registrado pelo menos três boletins de ocorrências contra ele.

No mesmo dia, a Polícia Civil de Quatro Barras foi até à residência do suspeito, porém, não conseguiu localizá-lo.

(Foto: Reprodução facebook)


1/1

1/10

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/2