495450580893305

Jovem é encontrado morto dentro de rio em área rural de Campina Grande do Sul



O corpo de um jovem de aproximadamente 20 anos foi encontrado dentro de um rio, na noite deste sábado (14), em Campina Grande do Sul. Uma equipe do Bombeiro Comunitário foi acionada para retirar o cadáver que encontrava-se enrolado em uma lona, próximo a um pesque-pague localizado na Estrada da Marcelinha, área rural do município. A causa do homicídio pode estar ligada a algum desacordo entre traficantes, já que o rapaz tinha envolvimento com o tráfico na região, conforme primeiro levantamento feito pela polícia.

Em primeiro momento, a Polícia Civil não tinha informações sobre a identidade da vítima que estava sem os documentos pessoais. Horas depois, o corpo foi identificado como sendo de Geovane Azevedo. De acordo com a polícia, o jovem foi morto a tiros em outro local e o corpo jogado dentro do rio. Azevedo foi atingido por dois disparos na região da cabeça. O rapaz estava com o rosto bastante machucado, porém peritos do Instituto de Criminalística descartaram que a vítima tenha sofrido agressão antes de morrer, e que os ferimentos seriam em decorrência dos disparos.

Segundo o delegado responsável pelo caso, João Marcelo Renk, o rapaz tinha contra si dois mandados de prisão expedidos pelas Varas Criminais de Campina Grande do Sul e Colombo. “Ele era apontado como um dos autores do duplo homicídio ocorrido em agosto deste ano, que terminou na morte de pai e filho, no bairro Santa Rosa, após uma festa no Bar do Bigode”, disse o delegado.

Ainda segundo a Polícia Civil do município, o rapaz também foi indiciado em inquérito pelos crimes de receptação de veículos, além de ser suspeito de roubos e assaltos praticados na região do Alto Maracanã, em Colombo, e em Campina Grande do Sul. “Gostaríamos de prendê-lo com vida, uma vez que possivelmente ele tenha feito mais vítimas na região”, pontuou chagas.

O setor de investigação da delegacia de Campina Grande do Sul ficará responsável em trabalhar no caso. O próximo passo será ouvir parentes e pessoas próximas do rapaz.

(Foto: Ilustrativa)


1/1

1/10

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/2