495450580893305 Justiça determina que jovens que picharam o Morro do Anhangava limpem o local

Justiça determina que jovens que picharam o Morro do Anhangava limpem o local



Um grupo de jovens que pichou o Morro do Anhangava, em Quatro Barras, terá que fazer a limpeza do cartão postal da cidade, localizado no Parque Nacional da Baitaca. A informação foi divulgada nesta semana pelo site Alta Montanha e também pelo com (Clube Paranaense de Montanhismo), responsável em encaminhar as denúncias ao Ministério Público. As pichações foram feitas entre os dias 16 e 17 de maio deste ano. A audiência para definir a forma de punição pelo ato ocorreu no dia 28 de agosto.

Segundo o site, sete rapazes, dois deles adolescentes, foram identificados depois de publicarem imagens da pichação feita no morro na página “100 erro”, no facebook. As fotos foram usadas como parte das provas no processo contra o grupo de pichadores. Na página, é comum encontrar fotos de pichações realizadas em outros locais da cidade, como na BR-116, passarelas e uma praça no bairro Menino Deus.

Na visão da Justiça, o crime cometido pelos jovens foi de menor valor e um acordo feito entre o Ministério Público determinou que como punição os jovens terão que limpar as pinturas deixadas entorno de um dos principais cartões postais da cidade. A medida não descarta a aplicação de multas administrativas a serem impostas pelos órgão ambientais competentes que pode chegar a R$ 900,00 para cada jovem ou responsável.

Crime

A pichação é um crime previsto no artigo 65 da Lei de Crimes Ambiental. Além do pichador, o estabelecimento que vende spray para menores de idade paga R$ 4.512,20 e R$ 9.024,40 no caso de reincidência. Na terceira punição, o alvará comercial do vendedor é cassado, de acordo com o decreto 1429/2014.

(Foto: Página 100 Erro)


1/1

1/1

1/6

1/1

1/1