495450580893305
top of page
  • Foto do escritorPortal Linkada News

Mercado imobiliário tem bons resultados apesar da pandemia

Inúmeros setores da economia mundial têm sofrido uma queda devido à pandemia do novo coronavírus. Apesar desta realidade, o mercado imobiliário conseguiu apresentar bons resultados e se reerguer durante os últimos meses de isolamento social. Segundo um levantamento feito pela Datastore Mercadometria e Pesquisa de Mercado, mais de 11 milhões de famílias manifestaram intenção em adquirir um imóvel nos próximos 24 meses.


Sobre esta constante melhora no setor, ainda que em meio a uma crise econômica, a reportagem do Linkada News entrevistou o diretor da RS Empreendimentos Imobiliários, Gustavo Busnardo Rodrigues, que explicou alguns dos motivos e pontos importantes que mantiveram o mercado imobiliário com resultados positivos neste período. “O primeiro ponto foi que várias pessoas de Curitiba nos procuraram para sair de apartamentos em busca de um imóvel espaçoso e aconchegante, tendo em vista, que Quatro Barras e Campina Grande do Sul possuem um DNA de qualidade vida, por suas áreas de preservação e potencial turístico natural. Outra questão impactante é que com a queda brutal dos rendimentos da renda fixa, o imóvel, mais uma vez, se mostrou rentável e atrativo como investimento. Por fim, as taxas de juros, que diminuíram para financiamentos, alavancaram o setor, sendo que os bancos estão em ‘brigas’ acirradas para conquistar o cliente”, explica.


Já consolidada na região de Campina Grande do Sul e Quatro Barras, a RS Empreendimentos Imobiliários conseguiu conquistar mais clientes nos últimos meses e aumentar as vendas voltadas a diferentes tipos de imóveis, como chácaras, terrenos, condomínio fechado, casas e outros. No entanto, como afirma Busnardo, houve uma queda com relação à locação de imóveis. “A locação de imóveis foi afetada, tendo em vista os decretos de fechamentos dos estabelecimentos comerciais, que prejudicou o faturamento de cada segmento especifico, fazendo com que a inadimplência viesse a aumentar”.


EXPECTATIVAS – Indo na contramão da crise provocada pela pandemia e focando nos indicadores de juros e vendas que não param de melhorar, Busnardo acredita que o mercado se mantenha aquecido pelos próximos anos, tendo uma retomada depois de anos de crise e que o setor de locação também deve se mostrar mais e positivo após as condições de abertura impostas pelos decretos. ”O imóvel novamente se mostra o investimento mais seguro e rentável que temos à disposição”, finaliza.

 

Komentar


  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
bottom of page