495450580893305

Novo “Dia D” de campanha contra o sarampo e poliomielite será neste sábado


Os pais que ainda não levaram os filhos para se vacinar contra o sarampo e poliomielite tem até sexta-feira (31), quando acaba a campanha, ou então, sábado (1º), data em que os estados que ainda não atingiram a meta de vacinação deverão abrir os postos de saúde. A ideia de abertura de um novo prazo para esses locais é do Ministério da Saúde, e foi intitulada como mais um “Dia D” contra essas doenças.

Todas as crianças com idade de 1 até 5 anos devem comparecer nas unidades de saúde – exceto as que já se vacinaram contra as duas doenças nos últimos 30 dias. A meta do Ministério da Saúde é vacinar pelo menos 95% das 11,2 milhões de crianças e criar uma barreira sanitária de proteção da população brasileira. Até esta terça-feira (28), 3,3 milhões de crianças não tinham recebido uma dose.


O Paraná ainda está na rota dos estados que não cumpriram o quadro proposto de vacinação. Até o momento, o único estado que atingiu a meta foi o Amapá com 99,81% para a pólio e 99,43% para o sarampo. A campanha tem como objetivo completar todo o esquema de vacinação de quem não tomou todas as vacinas; dar uma dose de reforço para quem já se vacinou completamente (no caso, aqueles que já tomaram todas as doses necessárias à proteção) e imunizar quem nunca tomou a vacina.

Lembrando que, contra a poliomielite, crianças de 1 até 5 anos independentemente de quantas doses já tomou devem ser vacinadas. Em casos de nenhuma dose, será aplicada a Vacina Inativada Poliomielite. Já, para situações de uma ou mais doses, será aplicada a Vacina Oral Poliomielite, a famosa "gotinha". Contra o sarampo, as vacinas são voltadas à crianças de 1 até 5 anos independentemente de quantas doses já tomou.

(Foto: Cesar Brustolin/SMCS da Prefeitura de Curitiba)


1/1

1/10

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/2