495450580893305 Oito homicídios no mês de junho em Colombo

Oito homicídios no mês de junho em Colombo


O mês de junho foi menos violento em relação ao mês de maio em Colombo. Foram registrados oito homicídios, contra 12 registrados nomes anterior. Em reação ao mês de junho de 2013, foram três mortes a menos.

No primeiro semestre já são 59 homicídios em Colombo, um aumento de 25,6% em relação ao primeiro semestre do ano passado que registrou 47 homicídios. Neste ano o mês mais violento em Colombo foi abril, que teve 14 assassinatos. Fevereiro foi o mês menos violento com três homicídios.

Os homicídios registrados no mês de junho foram os seguintes:

Dia 01

Na noite de domingo (01) deu entrada no Pronto Socorro do Alto Maracanã, Arielton Magno de Camargo, 23 anos, ele foi vitima de arma de fogo, não resistiu e entrou em óbito. Arielton já tinha passagem pela Polícia, segundo a família, por ser usuário de drogas.

Dia 02

Por volta das 8 horas da manhã do dia 2 ontem o corpo de um homem foi encontrado por transeuntes ao lado da Rua da Pedreira, no Rio verde, na divisa com Curitiba.

Moradores da região passaram pelo local e avistaram o corpo do homem, eles acionaram a Guarda Municipal de Curitiba, que fica no Parque Atuba, esta por sua vez vendo que o corpo se encontrava no município de Colombo acionou a Guarda Municipal de Colombo, os guardas Ceccon, Motim e Mauricio foram ao local, onde também esteve uma equipe do Siate e constatou que a vitima estava com um ferimento na cabeça.

O homem foi identificado como Marcio Ribeiro, 35 anos.

Dia 05

Na noite de quinta-feira (05) por volta das 21h15 Luiz Carlos dos Santos Silva, 48 anos, foi assassinado com um tiro no rosto, no bairro Rio Verde. Luiz Carlos estava na Rua Gustavo Kabitschke, em frente a uma residência conversando com Roselese Batista da Silva, 38 anos, quando um veículo Stilo, de cor prata, se aproximou e um de seus ocupantes efetuou vários disparos em direção ao casal. Luiz Carlos foi atingido com um balaço no rosto e morreu na hora, já Roselese ficou ferida e socorrida por populares foi encaminhas ao Pronto Socorro do Alto Maracanã.

Dia 13

Fábio Alexandre de Souza, 23 anos, foi assassinado na madrugada do dia 13 com tiros de pistola 9 mm e espingarda calibre 12. O crime aconteceu por volta das 3 horas. Primeiro dois homes arrebentaram o portão, em seguida arrombaram a porta e invadiram casa de Fábio, na Rua Heitor Busato, no bairro São Gabriel. Assim que entraram na residência os atiradores logo encontraram Fábio que estava dormindo no sofá da sala, ele nem teve tempo de reação, levou vários tiros e morreu na hora.

Dia 14

Na madrugada de sábado (14) o jovem Weslley Thiago Iasen, entrou em óbito ao dar entrada no Pronto Atendimento do Alto maracanã, ele foi vitima de arma de fogo.

Dia 15

Na madrugada de domingo (15), a vitima foi o jardineiro Valdecir Rodrigues Franco, 33 anos, que foi morto na Rua Francisco Appel, no Jardim Eucaliptos.

Dia 16

No inicio da noite de segunda-feira (16), o borracheiro Paulo Sérgio Alexandrino, 38 anos, foi baleado em sua borracharia, na estrada da Ribeira, bairro Santa Terezinha. Segundo informações Paulo Sérgio teria reagido a um assalto quando recebeu um tiro que atingiu sua cabeça. Ele foi socorrido pelo Siate encaminhado ao Hospital Cajuru, onde não resistiu e entrou em óbito.

Dia 19

Na final da tarde de quinta-feira (19) Ronaldo Roberto de Paula Batista, 37 anos foi assassinado a tiros quando chegava em casa acompanhado da esposa identificada como Pâmela que também levou tiros e foi socorrida.

O crime aconteceu por volta das 17h20, Ronaldo seguia com a esposa pela Rua Roncador, já próximo a Rua Cândido de Abreu, ele encontrou um “amigo”, os dois começaram a conversar. Os ânimos se alteraram, o outro homem sacou de uma pistola 380 e começou atirar. Pamela levou um tiro de raspão e caiu em um gramado. Ronaldo foi atingido pelos tiros e ainda tentou correr, mas caiu cerca de 50 metros, o atirador que o seguia se aproximou e ainda desferiu mais um tiro no rosto de Ronaldo que morreu na hora.


#homicídios #violência #polícia #colombo

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/7

1/5

1/6