495450580893305 Paraná: escolas terão educação financeira a partir do segundo semestre de 2020

Paraná: escolas terão educação financeira a partir do segundo semestre de 2020


Foto: Divulgação/Agência Estadual de Notícias

A partir do segundo semestre deste ano, alunos do 3º ao 9º ano do ensino fundamental da rede pública do Paraná terão educação financeira inserida na grade escolar. A ideia é que aproximadamente 600 mil alunos tenham contato com o tema para que possam ajudar na saúde financeira das famílias. De acordo com a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio), em 2019, cerca de 90% das famílias paranaenses tinham dívidas.


O projeto, que envolve um estado de cada região, é uma parceria entre a Secretaria de Educação do Paraná (Seed) e o Banco Central. Os jovens vão adquirir conhecimentos que permitirão tomar decisões em relação aos empréstimos e financiamentos, por exemplo.


De acordo com Ralph Gomes, diretor de Educação da Seed, "a lógica é criar uma cultura do uso responsável dos recursos financeiros, com hábitos saudáveis". O projeto também acredita que os alunos serão agentes multiplicadores, pois os ensinamentos serão passados para as famílias. Gomes afirma ainda que as atividades do projeto vão acabar envolvendo pais e responsáveis, e que vai ajudar os adultos na parte financeira.


A novidade vai ser inserida entre disciplinas como matemática, além de ciências humanas e sociais. Os professores que vão trabalhar os conceitos serão capacitados a partir de março.


Uma equipe do Banco Central está treinando, em Brasília, representantes da Seed. As equipes regionais devem ser capacitadas em março e em abril é a vez dos professores e diretores receberem as instruções que serão passadas aos alunos. A definição das escolas para participar do programa será feita por meio de adesão.

1/1

1/1

1/3

1/1

1/6