495450580893305
top of page
  • Foto do escritorLinkada News

Paraná libera vacinação contra gripe para todas as pessoas acima de seis meses de idade

O Estado do Paraná recomenda a ampliação da oferta da vacina contra gripe para todas as pessoas acima de seis meses de idade. A medida deve começar nesta segunda-feira (15) e segue recomendação do Ministério da Saúde, da Nota Técnica nº 36/2023. A iniciativa busca ampliar a vacinação para a população de praticamente todas as faixas etárias.

Geralmente essa indicação ocorre após o fim Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, tendo como objetivo garantir maior cobertura. Algumas prefeituras já vinham disponibilizando doses para todos os públicos, dentro da sua estratégia de imunização.


"Não podemos subestimar e muito menos negligenciar a importância da vacina, que mostra todos os dias ser a principal estratégia de proteção contra vírus. É preciso fortalecer este processo, promovendo o imunizante para que chegue até o braço de todos os paranaenses", comentou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

De acordo com dados do vacinômetro nacional, o Paraná imunizou 1.409.816 pessoas até o momento, o que representa pouco mais de 32% da população alvo da campanha (idosos e demais grupos prioritários), de 4.387.469 habitantes. Agora, com a nova ampliação, a expectativa é expandir a cobertura vacinal, que possui meta estipulada de 90%.

Hoje, o Estado é o quarto em número absoluto de aplicações, atrás apenas de São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

Foto: AEN

Os imunizantes da influenza são trivalentes, produzidos pelo Instituto Butantan e distribuídos para toda a rede pública de saúde. A composição da vacina muda a cada ano, de acordo com as cepas do vírus que mais circulam no momento. Neste ano, em conformidade com a orientação da Organização Mundial de Saúde (OMS), o imunizante é composto pelos vírus H1N1 (Sydney), H3N2 (Darwin) e a cepa B (Victoria).

A vacina está disponível em todos os 399 municípios do Paraná e deve ser procurada pela população nas unidades de saúde ou locais de vacinação.

Comments


  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
bottom of page