495450580893305 Paraná perde 6.609 vagas de trabalho com carteira assinada em junho

Paraná perde 6.609 vagas de trabalho com carteira assinada em junho


Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta sexta-feira (20), mostram que foram fechadas 6.609 vagas de emprego formal em junho no Paraná. No mês passado, foram registradas 82.293 admissões e 88.902 demissões. É o primeiro mês deste ano que o Paraná registra mais demissões que contratações formais.

O Estado, contudo, segue uma tendência nacional. Na contabilização de todo o País, perderam-se 661 vagas de emprego formal em junho no país. No mês passado, foram registradas 1.167.531 admissões e 1.168.192 desligamentos.

No semestre, ao menos, o saldo do Paraná é positivo. Houve a criação de 32.030 vagas nos primeiros seis meses deste ano, ou 38% mais que o registrado nos primeiros seis meses de 2017. Nos outros meses do ano, houve saldo positivo de vagas em janeiro (11.637), fevereiro (7.703), março (6.514), abril (9.228) e maio (1.798).


Por setor

O comércio do Paraná foi o setor campeão no número de vagas perdidas, com 2.264. em segundo lugar aparece a indústria de transformação, com saldo negativo de 2.209.

No País

O Paraná teve o segundo pior saldo do País, atrás apenas do Rio Grande do Sul, com fechamento de 6.521 vagas de trabalho. Em seguida aparecem São Paulo (-4.450) e Santa Catarina (-4.020).

De todas as regiões do País, apenas a região Sul concentrou queda, de 17.150 postos ao todo. Nas outras quatro regiões houve crescimento. No Centro-Oeste foram criadas +8.366 vagas; no Sudeste, +3.612; no Nordeste, +3.581; e no Norte, 930.

(Foto: Internet)


1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/7

1/5

1/6