495450580893305

Passagem de ônibus sobe para R$ 4,50 na frota da Viação Castelo a partir de segunda



Acompanhando o reajuste na tarifa de ônibus da capital, a Viação Castelo Branco, empresa que opera o transporte público em Campina Grande do Sul, Quatro Barras e região, estará implantando o novo valor da passagem em sua frota. De R$ 4,00 atuais o valor sobe para R$ 4,50, já partir da zero hora de segunda-feira (6). O aumento corresponde a 12% em comparação a tarifa atual.

A decisão cumpre uma determinação da Comec (Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba) órgão comandado pelo governo do Estado. O novo valor, segundo a Comec, leva em consideração a distância percorrida pelos itinerários e busca o reequilíbrio econômico-financeiro do sistema de transporte coletivo.

Conforme a Comec, o novo valor poderia ser ainda maior, caso não houvesse subsídio e a isenção do ICMS do óleo diesel repassado pelo governo estadual. “O reajuste das tarifas levou em conta o subsídio assegurado pelo governo do Estado para a rede integrada, na ordem de R$ 5 milhões por mês, e também a isenção do ICMS para o óleo diesel. Caso contrário, o valor das tarifas seria ainda maior”, informa o diretor-presidente da Comec, Omar Akel.

A promessa inicial é que com a nova tarifa seja possível investir em melhorias no transporte público metropolitano. “Em breve teremos uma nova rede de transporte coletivo metropolitano com inovações que estão sendo estudadas pela Comec”, afirma Akel, ao explicar que algumas ações já começaram a ser implantadas.

Outras cidades da Região Metropolitana também terão reajuste nas tarifas. CLIQUE AQUI para ver a tabela completa de cada linha.

Nova tarifa em Curitiba

Na capital o aumento será de 14,86%, de R$ 3,70 atuais para R$ 4,25. O novo valor foi anunciado nesta sexta-feira (3) pela prefeitura e passa valer a partir das zero hora de segunda-feira (6). A administração municipal informou também a extinção da tarifa domingueira, de R$ 2,50. Aos domingos, os usuários pagarão os mesmos R$ 4,25 aplicados nos demais dias da semana. A justificativa para aumento é a recomposição sistema econômico e financeiro do sistema de transporte público.

(Foto: Adilson Santos)


1/1

1/10

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/2