495450580893305 'Penalidade' imposta a servidor da prefeitura de Quatro Barras causa repercussão no Facebook

'Penalidade' imposta a servidor da prefeitura de Quatro Barras causa repercussão no Facebook


A transferência de um motorista de ônibus escolar causou repercussão em uma rede social, após o próprio contar que a Prefeitura de Quatro Barras havia mudado seu local de trabalho, sendo transferido da Secretaria de Educação para a Secretaria de Saúde. A postagem foi feita na noite de ontem, quarta-feira (12), na qual surgiram inúmeros comentários.

Na publicação, o motorista agradeceu aos pais e alunos, lembrando que sempre trabalhou com responsabilidade na linha de ônibus das escolas Arlinda Ferreira Creplive, Rui Valdir Pereira Kern e Devanira Ferreira Alves. Além disso, ele questionou a medida tomada pela Prefeitura e explicou o motivo de não ter ido ao trabalho no dia 06 deste mês. “Não fui trabalhar de manhã por motivos de doença da minha mãe e não pude avisar os chefes. Nunca aconteceu de eu perder horário ou faltar sem avisar (...) errei sim e peço desculpas”, disse o servidor público.


Após a postagem, várias pessoas - entre alunos e pais - parabenizaram o servidor pela atitude, questionando também a transferência, além de utilizarem a hashtag “VOLTATIOMARIO”. Em um dos comentários, um popular propõe a iniciativa de um abaixo-assinado da comunidade, e uma conversa com o prefeito Angelo Andreatta (Lara), para que o motorista volte a trabalhar no transporte escolar.

Sobre a situação, a secretaria municipal de educação, Leila Busnardo, disse que a transferência foi feita respeitando a Lei Orgânica Municipal, a qual indica que a mudança ou remoção de um servidor pode ser feita a pedido do empregado ou em caso de interesse da administração pública.

Além disso, a secretaria informou que, nesse momento, o órgão decidiu tomar tal medida devido aos acontecimentos envolvendo o funcionário nos últimos meses. “Agora não é o momento de manter ele na Educação, devido algumas situações. Mas, isso não quer dizer que ele nunca mais volte para esse cargo”, afirmou ela.

Segundo informações obtidas pelo Linkada News, o prefeito de Quatro Barras, Angelo Andreatta, esteve a par da situação e deu autoridade à secretária de educação, para que ela resolvesse o assunto.

A reportagem do Linkada News entrou em contato com o servidor público, para que ele pudesse esclarecer melhor o que aconteceu, mas, por medo de represálias, o motorista não quis se manifestar.

(Foto: Reprodução/Facebook)

#transferência #servidor #prefeitura

1/1

1/1

1/3

1/1

1/6