495450580893305 Pesquisa indica que preço da cesta básica aumentou em Curitiba neste ano

Pesquisa indica que preço da cesta básica aumentou em Curitiba neste ano


O preço da cesta básica aumentou em 16 das 18 cidades do Brasil, segundo o levantamento feito pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE). O estudo, que foi divulgado na quarta-feira (07), indica que em Curitiba o preço alcançou a taxa dos 8,40% neste ano.

Ainda de acordo com a pesquisa, na capital paranaense, a variação mensal da cesta básica foi de 4,91%, com um valor de R$406,42 para comprar os itens. Além disso, as altas mais expressivas foram registradas em Fortaleza (7,15%), Porto Alegre (6,35%), Vitória (6,08%) e Rio de Janeiro (6,02%).


Quando se compara a cesta básica x salário mínimo observa-se que em outubro, o tempo médio necessário para adquirir os produtos da cesta básica foi de 88 horas e 31 minutos. Já em setembro, ficou em 85 horas e 35 minutos, e, em outubro de 2017, em 86 horas e 51 minutos.

Agora, quando o estudo compara o custo da cesta e o salário mínimo líquido, ou seja, após o desconto referente à Previdência Social, verifica-se que o trabalhador remunerado pelo piso nacional desembolsou, em outubro, 43,73% do salário mínimo líquido para adquirir os mesmos produtos que, em setembro, demandavam 42,29% e, em outubro de 2017, 42,91%.

(Foto: Pixabay)


1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/7

1/5

1/6