495450580893305 Pipódromo é inaugurado em Quatro Barras

Pipódromo é inaugurado em Quatro Barras

Atualizado: 14 de Mar de 2019



Quatro Barras conta agora com um pipódromo inaugurado no último domingo (10). O espaço é destinado, especialmente, para que o público possa soltar pipas e fica numa área de 8 mil metros quadrados, localizada em uma propriedade particular e funciona em parceria com a prefeitura, às margens da Barra do Iraí (área que não tem edificações).


Em nota oficial, a Prefeitura de Quatro Barras informou à reportagem do Linkada News, que só há esta área aberta ao público destinada para esse fim no município e que a quantidade de pessoas no local dependerá de eventos modulares, que deverão atender cada tipo programação de lazer e recreação. O gasto inicial total do executivo para a existência deste espaço foi de aproximadamente três mil reais, que foi destinado para a limpeza (roçada) do local, instalação de um pórtico de entrada e de quatro banheiros químicos.


PROJETO DE LEI – A existência de um espaço como este no município foi discutido em um projeto de lei, de autoria do vereador Antonio Cezar Creplive (Toto), do PSDB. A medida foi aprovada em sessão ordinária na Câmara Municipal e sancionada pelo prefeito Angelo Andreatta em 2018. Na época, a reportagem do Linkada News acompanhou o desenrolar do assunto.


O vereador Toto concedeu uma entrevista ao Linkada Ndews e comentou sobre a inauguração do pipódromo. "Nosso papel enquanto representante do povo deve sempre estar voltado aos anseios da população, sejam elas de quais forem. Neste caso específico, Quatro Barras se destaca pelo apoio e atenção para com os pipeiros e eu tenho prazer em ter podido colaborar com essa conquista", disse o legislador.

Vereador Antonio Cezar Creplive (Toto). Foto: Luis Linkada

Além do pipódromo como espaço de lazer, o projeto de lei também buscava a aprovação de orientações sobre esta atividade em escolas da região. Sobre esta segunda iniciativa, a prefeitura esclareceu à reportagem que será feito um trabalho de orientação específica junto às escolas, alertando sobre o uso ilegal e os perigos do cerol em linhas de pipas, juntamente ofertando um local seguro para a prática. O executivo municipal também ressaltou que o projeto de orientação ainda não foi iniciado porque o ano letivo acabou de começar e que as datas devem ser definidas junto à direção das escolas.


(Foto 1: Youtube/Leavir Domingues)

1/1

1/1

1/3

1/1

1/6