495450580893305 Polícia esclarece assassinato de gerente da Kibon em Colombo

Polícia esclarece assassinato de gerente da Kibon em Colombo



Uma abordagem na Vila Zumbi dos Palmares, em Colombo, no último sábado (23), resultou na apreensão de dois adolescentes de 17 e 16 anos e de um revólver de calibre 38. Um deles confessou que a arma foi utilizada no latrocínio que matou o gerente da Kibon, Fabio Boquetti, de 35 anos, durante um assalto na Estrada da Graciosa, no dia 26 de março.

Boquetti foi morto após ter sua bicicleta e celular roubados próximo a extinta Colombo Leilões. De acordo com as informações repassadas por testemunhas na data, dois rapazes armados abordaram a vítima nas proximidades da Rua Luiz Berlesi, no Jardim Paraná, e ordenaram que o homem entregasse a bicicleta e o celular. Em seguida, os assaltantes fugiram sentido Vila Zumbi dos Palmares.

Na tentativa de tentar recuperar os pertences, Fabio pegou carona em um veículo e se escondeu próximo a um ponto de ônibus localizado na Rua Presidente Castelo Branco, no Jardim Santa Mônica. Ao abordar os meliantes, a vítima foi alvejada com três tiros na região do abdômem. Fabio foi socorrido por conhecidos até o Hospital Angelina Caron, em Campina Grande do Sul, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Logo após o crime, os adolescentes chegaram a se apresentar na Delegacia do Alto Maracanã, mas como passou o período do flagrante respondiam em liberdade. Na época, eles não tinham levado a arma do crime. Agora, os dois foram abordados pela Polícia Militar (PM) em um ponto de ônibus com um revólver calibre 38. Na delegacia, os dois confirmaram que a arma foi a mesma usada para matar Boquetti.

Agora, os adolescentes vão responder por latrocínio em internamento provisório, enquanto aguardam decisão judicial.


(Foto: Divulgação 22º BPM)


1/1

1/1

1/3

1/1

1/6