495450580893305 Polícia prende quadrilha que "esfriava veículos" em condomínio de Quatro Barras

Polícia prende quadrilha que "esfriava veículos" em condomínio de Quatro Barras


Por Rodrigo Guilherme

Uma quadrilha de roubo de carros, que usava o estacionamento de um condomínio em Quatro Barras como local de “esfriar veículos”, foi presa pela Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV) nesta semana. Os carros eram deixados no condomínio para posteriormente serem desmanchados ou repassados para receptores em bairros da capital. Três rapazes suspeitos foram presos na ação; Antônio Cléber Batista Cantarin, 35 anos, Irisandro Schneckemberg, 36 anos, e Lucas Henrique da Silva, 22 anos.

Segundo o delegado da DFRV, Cassiano Aufiero, a quadrilha investigada há algumas semanas, agia com violência. Na ação, foram detidos Antônio Cléber Batista Cantarin, 35 anos, Irisandro Schneckemberg, 36 anos, e Lucas Henrique da Silva, de 22 anos. Antônio já tinha sido liberado na tarde desta quarta- feira após o pagamento de fiança.

De acordo com a polícia, com eles foram recuperados um Ford Focus, um Honda Civic e um Peugeot Feline 307, roubados recentemente. “É apenas uma parte da quadrilha. Há outros a serem identificados”, comentou Cassiano.

De acordo com a polícia, com eles foram recuperados um Ford Focus, um Honda Civic e um Peugeot Feline 307, roubados recentemente. “É apenas uma parte da quadrilha. Há outros a serem identificados”, comentou Cassiano.

Placas

Acredita- se que o grupo também realizava o desmanche dos veículos tomados em assalto, que eram encomendados. “No veículo particular do Irisandro encontramos, além de alicates, arames típicos de emplacamento de veículos. A quadrilha saía às ruas com o veículo em mente e já tinha no porta-malas placa similar do carro que seria roubado. Eram muito organizados”, explicou Cassiano.

De acordo com o delegado, Lucas foi reconhecido por uma das vítimas de roubo como o assaltante. Em entrevista à imprensa, o suspeito defendeu Irisandro, dizendo que ele não teria nada a ver com os roubos. Os dois davam risada, como se não estivessem preocupados com a prisão. Irisandro disse que é dono de um lava-car e que Lucas era funcionário dele.

(Foto: Ciciro Back)

#políciaprendeladrõesdecarrosqueusavamcondomínioemquatrobarras

1/1

1/1

1/3

1/1

1/6