495450580893305 Prefeito de Campina reduz próprio salário, do vice e secretários municipais

Prefeito de Campina reduz próprio salário, do vice e secretários municipais



A pouco mais de 10 meses para terminar o mandato, o prefeito de Campina Grande do Sul, Luiz Assunção, em um ato inédito decretou a redução em 15% do seu salário. A medida foi anunciada nesta quarta-feira (24) e vale também para os salários do vice-prefeito e secretários municipais, que deixarão de receber a mesma porcentagem em suas remunerações já partir de 1º de março.

Com a proposta determinada por meio do Decreto Municipal 691/2016, o salário do prefeito dos atuais R$ 20 mil bruto cai para R$ 17 mil mensais. Para o vice-prefeito, que atualmente de proventos recebe R$ 12 mil mensais bruto, o valor passa para R$ 10.200,00, redução de R$ 1.800,00. O salário dos secretários municipais que geram entorno de R$ 9 mil, o desconto corresponde em aproximados R$ 1.300,00.

Justificativa

As medidas de corte nos gastos municipais têm como justificativa a crise econômica que atinge diretamente os municípios que prevêm para 2016 a dominuição na arrecadação orçamentária. A retenção de gastos reflete também no corte de pessoal e reformulação do quadro de cargos comissionados, funções gratificadas e gratificações, segundo informou a Prefeitura Municipal.

"Quando se trata de economia, é preciso nos anteciparmos e sermos responsáveis. Foi assim que sempre trabalhamos e essa é mais um medida de austeridade com as contas públicas neste momento em que prevemos uma diminuição da arrecadação, provocada pela recessão econômica", justifica Assunção.

(Foto: PMCGS)


1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/7

1/5

1/6