495450580893305 Prefeitura de Campina adere cada vez mais às mídias digitais; já a de Quatro Barras deixa a desejar

Prefeitura de Campina adere cada vez mais às mídias digitais; já a de Quatro Barras deixa a desejar



Em tempos de Internet, e principalmente o aumento do uso das redes sociais, é cada vez mais importante que os órgãos públicos busquem por meio destas ferramentas se aproximar da população. E é o que a prefeitura de Campina Grande do Sul vem fazendo. Além de atualizar constantemente o site institucional, a prefeitura buscou nas redes sociais, em especial o Facebook, uma maneira de informar à população em tempo real e a manter um relacionamento direto com o cidadão.

Desde fevereiro deste ano, a prefeitura vem atuando fortemente no Facebook. “Acreditamos que uma das funções do portal oficial do município é justamente ser um espaço para a prestação de contas. Por isso, procuramos divulgar no site o maior número de ações da prefeitura da forma mais democrática possível, de modo que o conteúdo seja acessível a todos, de fácil entendimento e reprodução por qualquer profissional. O site também é uma importante ferramenta para levar ao conhecimento da população os serviços oferecidos pelo Executivo Municipal, como cursos, campanhas de vacinação, coleta do lixo, entre outros”, afirmou a assessoria de imprensa da prefeitura ao Linkada News.

O principal intuito em investir no Facebook, segundo a prefeitura, é por acreditar que a ferramenta oferece uma comunicação mais instantânea com a comunidade, além de atingir um maior público. “Ela também nos dá a possibilidade de produzirmos novos conteúdos, como notícias rápidas, curiosidades sobre os servidores e o município, além de outras informações de utilidade pública. Por promover interação com o público, por meio da nossa página no Facebook ainda podemos receber informações importantes para a administração municipal, como demandas, sugestões, reclamações e mesmo e denúncias. Ou seja, também funciona como uma "ponte" entre a comunidade e os diversos setores da administração municipal. Não à toa, esta tendência de adotar as redes sociais como principais ferramentas de comunicação é consenso entre os departamentos de comunicação de instituições e empresas mundo à fora, seja da iniciativa pública ou privada”, afirmou a assessoria.

Segundo a prefeitura, esta iniciativa tem dado um retorno surpreendente. “O número de pessoas que passaram a seguir a nossa página no Facebook nestes três meses, sem que fizéssemos qualquer investimento financeiro, foi surpreendente. Temos 3,3 mil pessoas acompanhando os conteúdos, cujo alcance tem ultrapassado 4 mil pessoas. A média de curtidas e comentários também está satisfatório, tanto do ponto de vista da quantidade como da qualidade”, relata.

Enquanto em Campina Grande do Sul a prefeitura busca um contato mais próximo com a população, em Quatro Barras o cenário é bem diferente. Com o site fora do ar há pelo menos três meses, a prefeitura de Quatro Barras tem uma página no Facebook, porém, as atualizações quase não acontecem. A falta de informações na página oficial tem sido motivo de reclamação de muitos moradores, que não conseguem buscar informações como serviços, projetos, ou até mesmo contato com alguma secretaria.


A equipe de reportagem do Linkada News entrou em contato com a prefeitura de Quatro Barras, que por meio da assessoria de imprensa afirmou que o site sofreu uma invasão de hacker que comprometeu integralmente sua estrutura. “Hoje, a página da Prefeitura mantém as informações exigidas pela Lei da Transparência, com informações sobre tributos, licitações e contas públicas. O município já vem trabalhando para que o site volte ao ar, dispondo de outras informações, a exemplo das que você citou, como notícias e dados e contatos das secretarias. Para isso, já publicou o edital de licitação para contratação de empresa de manutenção do site (Pregão 26/2015 - disponível no link Licitações). Quanto às redes sociais, a prefeitura dispõe de uma página no Facebook, onde divulga serviços, programas e projetos em andamento”, afirmou a assessoria.

(Foto: Ilustração)


1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/7

1/5

1/6