495450580893305 Prefeitura explica reportagem de TV no Ribeirão do Tigre

Prefeitura explica reportagem de TV no Ribeirão do Tigre


Redação com RicTV

Em junho deste ano, a equipe da RicTV, afiliada da Rede Record em Curitiba, esteve em Quatro Barras realizando uma reportagem sobre a saúde pública na região do Ribeirão do Tigre, área rural do município. A matéria veiculada no dia 27 no programa Balanço Geral, contesta a promessa da atual administração feita em 2012 referente a construção de uma US (Unidade Básica de Saúde) para atender as famílias da região.

CLIQUE AQUI para assistir a matéria:

Dois anos se passaram e o terreno doado para construção da Unidade permanece vazio, sem perspectivas de obras no local. A reportagem aponta outra reclamação dos moradores relacionada ao atendimento médico na região, que segundo eles, é feito apenas uma vez por semana, numa clínica de recuperação.

O Linkada News foi em busca de algumas respostas não mostradas na matéria e as informações repassadas pela prefeitura, no entanto, não são nada animadoras para as cerca de 70 famílias que vivem na região.

Resposta da prefeitura

Com relação ao Ribeirão do Tigre, alguns pontos devem ser esclarecidos. O terreno que seria doado para construção da Unidade (que aparece na reportagem) está com documentação irregular, em litígio, o que impossibilita qualquer benfeitoria no local. Assim como este terreno, a maioria das áreas na região não apresenta documentação. Outro agravante é a questão do zoneamento. Por estar localizada em área de preservação ambiental, a desapropriação mínima na região é de um alqueire, o equivalente a 24.200 metros quadrados.

Além destes fatores, a Portaria 648/2006 do Ministério da Saúde, reeditada sob nº 2.448 em 21 de outubro de 2011, e delimita um número populacional mínimo para a edificação de Unidades Básicas de Saúde. Segundo esta determinação, a demanda mínima deve ser de 3 mil pessoas. No Ribeirão do Tigre, há cerca de 70 famílias.

A prefeitura informa que hoje atende no local uma equipe composta por uma médica, uma enfermeira, uma técnica em enfermagem e uma farmacêutica. Verifica-se, pelas equipes atuantes, a baixa demanda por atendimento na região.

Conforme os prontuários médicos disponibilizados pela Secretaria Municipal de Saúde, na última quinta-feira (dia 03/07) quatro pacientes foram atendidos. Ao longo da manhã de hoje (dia 10/07), apenas um paciente esteve no local, para atendimento.

(Foto: Reprodução RicTV)

#ribeirãodotigre #rictv #unidadedesaúde #saúdepública

1/1

1/1

1/3

1/1

1/6