495450580893305 PRF e PM fecham o cerco a uma quadrilha especializada em assaltos a ônibus de turismo

PRF e PM fecham o cerco a uma quadrilha especializada em assaltos a ônibus de turismo



A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Polícia Militar (PM) do Paraná fecharam o cerco a uma quadrilha especializada em assaltos a ônibus de turismo nesta quinta-feira (16). Ao todo, dez integrantes do grupo criminoso foram presos em operações realizadas nos municípios de Campina Grande do Sul, Mandirituba e São José dos Pinhais.

Mais de cem agentes da PRF e da PM participaram da operação conjunta. Entre os presos está o filho de um vereador do município de Mandirituba.

De um total de oito mandados de prisão expedidos pela Vara Criminal de Campina Grande do Sul (PR), seis foram cumpridos. Outras quatro pessoas foram presas em flagrante por tráfico de drogas ou posse ilegal de armas. Dois integrantes da quadrilha seguem foragidos.

Os agentes da PRF e da PM apreenderam ainda duas espingardas e um revólver, além de 1,2 quilo de maconha. Treze mandados de busca e apreensão foram cumpridos.

Cerca de 50 policiais rodoviários federais e outros 50 policiais militares participaram da ação. A atuação da quadrilha vinha sendo monitorada havia seis meses.

Violência nos assaltos

Nos últimos quatro meses, a quadrilha foi responsável por ao menos quatro assaltos a ônibus no Paraná. Esses assaltos ocorreram nas BRs 116, 376 e 277, em trechos localizados nos municípios de Campina Grande do Sul, Quatro Barras, São José dos Pinhais e Palmeira. Em uma das ocorrências, integrantes da quadrilha trocaram tiros com policiais rodoviários federais.

Durante os assaltos, a quadrilha costumava agir com violência, efetuando disparos de arma de fogo contra os veículos em movimento e agredindo os passageiros. Em uma das ocorrências, os bandidos chegaram a ameaçar cortar o dedo de uma mulher.

A maioria das vítimas dos assaltos eram passageiros que fariam compras no Paraguai ou em São Paulo (SP).

Veja abaixo a galeria de fotos desta reportagem:

(Fotos: Fernando Oliveira/PRF)


1/1

1/1

1/3

1/1

1/6