495450580893305

Problema antigo: chuva provoca alagamento em escola na Colônia Maria José



Alunos da Escola Municipal Ernesto Milani no bairro Colônia Maria José, em Quatro Barras, estão sofrendo com a falta de espaço para estudar, e agora mais ainda com os constantes alagamentos registrados na instituição. O último ocorreu na noite desta terça-feira (26) por causa da forte chuva que atingiu o município. Muitos pais tiveram que ir buscar os filhos na escola, pois ela não tem lugar para todos os alunos, e quando alaga a situação fica ainda pior.

O problema da superlotação e alagamentos é antigo e ocorre desde 2012. A sala de aula alagada foi uma adaptação feita pela prefeitura. O pedido de um novo espaço para os alunos foi feito diversas vezes, inclusive pela Associação de Moradores, mas até o momento nada foi feito. “Nós da Associação de Moradores desde o início de nossas atividades acompanhamos as dificuldades de toda a comunidade e também desta escola. É um absurdo nos dias de hoje termos que conviver com tipo de problema. Vários documentos e solicitações pedindo providências foram enviados à Câmara Municipal e também à prefeitura, e o descaso continua”, afirma Vilma Tarifa Mendes, uma das representantes da associação de moradores.


Em março de 2014, o Linkada News denunciou com exclusividade a situação vivenciada por professores da Ernesto Milani que precisavam improvisar as aulas no pátio da escola por falta de salas para todos os alunos. Na semana seguinte, a reportagem chegou a ser comentada indiretamente como sendo mentirosa e tendenciosa pelo prefeito Loreno Tolardo, durante sessão na Câmara Municipal de Quatro Barras. A Secretaria Municipal de Educação, na época, confirmou a superlotação em virtude da escola passar a oferecer atividades em tempo integral, e que novas salas seriam construídas.

De acordo com o vereador Angelo Andreatta (Lara), desde 2012 o legislativo vem solicitando ao executivo uma melhor estrutura para a escola, porém nada foi atendido. “Estive presente na escola e presenciei a calamidade em que se encontra a instituição, e acima de tudo o clamor dos pais, funcionários e alunos. Desde 2012 veio pedindo uma melhor estrutura, melhor qualidade de ensino na instituição, mas o que houve por parte do executivo foi apenas promessa e nada até agora foi cumprido. Desde banheiros que se encontram em uma situação caótica, falta de sala de aula, até a falta de calçadas próximo a escola. Os alunos sofrem com mofo, umidade e banheiro sem estrutura. A situação chega a ser desumana”, desabafa o vereador.

“Já faz três anos que isso ocorre, já foi pedido uma solução e até agora nada. Tive que vir buscar minha filha hoje e ela veio até o meu trabalho comigo, pois não tem condições dela ficar na escola. Alunos tendo que se amontoar na quadra e na sala de vídeo. É uma tristeza. Nós como pais queremos melhorias na escola”, afirmou uma mãe que preferiu não ser identificada ao Linkada News.

(Foto: Colaboração internauta)


1/1

1/10

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/2