495450580893305

Projeto polêmico é aprovado com nova emenda na Câmara de Quatro Barras


O projeto enviado à Câmara Municipal pela Prefeitura de Quatro Barras, que solicitava a aprovação do empréstimo de R$ 5 milhões junto à Caixa Econômica Federal foi aprovado pelos vereadores com uma emenda substituída. Essa foi a votação em 2º turno da proposta, que aconteceu na sessão de segunda-feira (29).

Esse Projeto de Operação de Crédito diz respeito aos investimentos que serão aplicados no município, por exemplo, na pavimentação do bairro Palmitalzinho. A proposta já foi analisada em 1º turno na semana passada, no entanto, uma emenda criada pelo vereador Juninho do Posto (PSL) e que foi aprovada junto com a proposta do executivo, teoricamente, inviabilizaria o projeto, causou questionamentos da população via redes sociais, já que tirava a carência de 24 meses para início do pagamento.
Após a discussão sobre a liberação do empréstimo e também da medida feita pelo vereador, moradores do Palmitalzinho, um dos bairros que estavam na lista para receber o asfalto, fizeram um protesto na Rua Vicente Vidolin, deixando o local bloqueado e impedindo a passagem de carros. A manifestação começou na manhã da última sexta-feira (26) e permanecia, pelo menos, até o dia de ontem (29) solicitando por melhorias na via.
Durante o plenário da última segunda-feira, o vereador Sandro Eleno Andreatta (Leno), do PMDB propôs uma emenda e pediu apoio dos vereadores. Após a apresentação da medida, houve uma discussão, na qual a população presente na sessão solicitava que o Projeto de Operação de Crédito fosse aprovado no legislativo junto com a emenda proposta por Leno, substituindo assim, aquela que foi criada por Juninho do Posto.
Para que a medida proposta pelo vereador do PMDB fosse aceita seria necessário três assinaturas do legislativo. A princípio quem se prontificou a apoiar a proposta foram os vereadores Wagner Pertel dos Santos (Waguinho), também do PMDB e André Luiz Barcia da Silva (Dr. André), do mesmo partido.
Apesar do apoio dos dois políticos, a emenda deveria ser exposta e assinada antes da sessão, o que não aconteceu. Diante da situação, o presidente da casa, Gilsinho (PSC) colocou em votação a possibilidade de acrescentar a medida ou não. Após votação, foi aprovada por unanimidade a inclusão da proposta do vereador Leno, que reconfigura o projeto original do executivo, ou seja, o projeto está garantido para as obras na região. Por fim, somente o próximo mandato terá a responsabilidade de iniciar o pagamento do empréstimo solicitado nesta gestão.
(Foto: Luis Linkada)

#LinkadaNews #projetopolêmico #QuatroBarras

1/1

1/10

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/2