495450580893305 Quatro Barras intensifica combate ao Aedes Aegypti após aparecimento do mosquito na cidade

Quatro Barras intensifica combate ao Aedes Aegypti após aparecimento do mosquito na cidade



A Secretaria Municipal de Saúde de Quatro Barras intensificou o combate ao mosquito Aedes Aegypti depois da confirmação do aparecimento do inseto em uma residência no Jardim Menino Deus, e também de larvas em outros pontos do bairro. Este foi o primeiro caso confirmado do aparecimento do vetor na cidade. A Secretaria orienta que a população deve redobrar os cuidados para evitar a proliferação do mosquito na região.

Segundo informou a Secretaria, a confirmação de que se tratava do mosquito Aedes Aegypti se deu na semana passada após análise laboratorial. Agentes de Saúde do município implantaram armadilhas na região para identificar possíveis novos focos do inseto transmissor da Dengue, Febre Chicongunya e Zika. Larvas na fase adulta também foram encontradas em residências na Rua Papa João Paulo XXIII e Rua Pedro Augusto Bossardi, também no Jardim Menino Deus.

"A partir de instaladas as armadilhas, foram coletadas amostras e estamos no aguardo do resultado da análise da Secretaria Estadual de Saúde para podermos afirmar se o aparecimento do mosquito foi apenas no Jardim Menino Deus ou se há outros locais", disse a secretária de Saúde, Daniela Ribeiro. Segundo informações da secretaria, focos identificados serão tratados com larvicidas. No caso dos terrenos baldios, onde for detectada a presença de larvas, as equipes irão notificar os proprietários e já aplicar os larvicidas. "As pessoas continuam com a responsabilidade de limpar seus terrenos e residências, eliminando qualquer foco do mosquito. Apenas em situações extremas, onde não seja possível a eliminação imediata dos focos é que as equipes irão ao local aplicar os larvicidas", explicou a responsável pela Vigilância Epidemiológica, Juliana Dequeche. Todos nesta luta Desde o início de 2016, o trabalho dos agentes de Saúde tornaram-se permanentes. Nos primeiros meses do ano, a Secretaria de Saúde promoveu ações de fiscalização e conscientização em todos os bairros da cidade, nas áreas urbanas e rurais. "Contamos com o apoio da população durante as ações para que cooperem com os agentes, principalmente em pontos estratégicos como oficinas, ferro velho e depósito de recicláveis, onde há mais probabilidade de detecção, já que é para o bem de todos", disse Juliana. A Secretaria de Saúde também enfatiza que a função dos agentes é dar orientação aos moradores, mas que cabe a eles cuidar do seu próprio domicílio. Sendo assim, a população não deve esperar, e nem pode, a visita dos agentes para realizar ações de prevenção. Conforme a Lei Municipal nº 577/15, donos ou responsáveis por terrenos devem manter os locais limpos e sem resíduos. A legislação também prevê que os moradores que não cumprirem a determinação serão notificados, podendo ser penalizados com multa, cujo valor corresponde a 30% de uma URMQB - Unidade de Referência do Município de Quatro Barras (R$ 486,50), e em caso de reincidência poderão até mesmo responder em juízo. Um dos objetivos da lei é evitar que ocorram focos e proliferação do mosquito Aedes Aegypti.

(Foto: Divulgação)


1/1

1/1

1/6

1/1

1/1