495450580893305 Saiba como denunciar focos de dengue à Prefeitura de Colombo

Saiba como denunciar focos de dengue à Prefeitura de Colombo


Caixas de água sem tampa, água acumulada em pneus, garrafas e vasos de plantas e terrenos vazios podem tornar-se possíveis criadouros do Aedes Aegypti e devem ser denunciados


Possíveis focos do Aedes Aegypti podem ser relatados à Prefeitura de Colombo através de um canal direto com a Secretaria de Saúde, por meio da Casa do Agente. Caixas de água sem tampas, água acumulada em pneus, garrafas e vasos de plantas e terrenos vagos são meios que podem trazer riscos de contaminação pelos vírus da Dengue à população de Colombo.

Com o intuito de eliminar os possíveis focos da doença a Prefeitura de Colombo disponibiliza canais para que a população solicite a vistoria de imóveis em situações passíveis da proliferação do Aedes aegypti - ao setor de controle vetorial do município. Para denunciar é fácil, basta entrar em contato com os profissionais de saúde pelo e-mail pncd@colombo.pr.gov.br ou pelo telefone 41-3666-6846.

Vale lembrar que a informação precisa do endereço ou pontos de referência, entre os imóveis, a localidade em que se encontra ou o número do imóvel mais próximo ao referido terreno. Dessa maneira há uma garantia de que o imóvel será localizado e devidamente acompanhado pelo Agente de Controle de Endemias.

Lembrando que nas Unidades de Saúde do município, Agentes de Combate a Endemias estão preparados para esclarecer quaisquer dúvidas com relação ao Aedes Aegypti, que além de transmissor da dengue é responsável pela transmissão da febre chikungunya e do zika vírus.

Casa do Agente

A Casa do Agente, localizada no imóvel na Rua Abel Scuissiato, 40, no bairro Alto Maracanã, - recebe as amostras coletadas pelos Agentes de Controle de Endemias. Já as amostras coletadas pela população devem ser entregues a Unidade de Saúde mais próxima, na qual será anotado o endereço da coleta e os dados do morador. O atendimento na Casa do Agente é realizado de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h. Mais informações pelo telefone 41-3666-6846.


1/1

1/1

1/3

1/1

1/6