495450580893305 Sem saber, família de Colombo reencontra mulher desaparecida em Campina

Sem saber, família de Colombo reencontra mulher desaparecida em Campina



O trabalho conjunto das Secretarias de Desenvolvimento Social e de Saúde de Campina Grande do Sul, bem como o apoio das Guardas Municipais de Campina e Colombo, possibilitou que uma família reencontrasse uma mulher que há dias estava desaparecida. O caso foi registrado no início desta semana, no bairro Monte Castelo, em Colombo.

Desorientada, sem conseguir se expressar nem ao menos se lembrar da própria identidade, uma mulher de 46 anos que sofre de problemas psiquiátricos, foi localizada por populares na última segunda-feira (7) andando próximo a uma faculdade na Avenida Duílio Calderari, no Jardim Paulista. Segundo informações das pessoas que a ajudaram, ela estaria alterada e corria o risco de ser atropelada.

Pensando em se tratar de uma moradora de rua, populares acionaram uma ambulância do município que a encaminhou para o CAPS (Centro de Atenção Psicosocial) do Jardim Paulista. Medicada, a mulher foi levada de ambulância com o apoio de uma viatura da Guarda Municipal para uma casa de repouso conveniada com o município. Horas depois, ela acabou fugindo do local, sendo encontrada posteriormente pelos guardas municipais na Rodovia do Caqui.

No dia seguinte, utilizando de muita paciência e atenção aos pequenos gestos demonstrados pela mulher, os profissionais da Secretaria de Desenvolvimento Social iniciaram, em conjunto com Secretaria Municipal de Saúde, uma força tarefa para tentar encontrar a família dela. “Inicialmente pensamos em se tratar de uma moradora de rua. Fizemos contato com a Casa Regresso de Curitiba para verificar se ela tinha passagens por lá, mas não havia nenhum registro. Aos poucos ela foi lembrando do nome e a cidade onde morava. Quando ela falou que era de Colombo, entramos em contato com o Caps do município”, contou Cláudia, uma das assistentes sociais que atenderam a situação.

Para que ela pudesse ser entregue à família era necessário transportá-la ao Caps da cidade vizinha, para que de lá, então fosse dado o encaminhamento correto até a sua residência. Porém, como os agentes da Guarda Municipal e as assistente sociais de Campina Grande do Sul não sabiam ao certo chegar ao local, pediram o apoio dos guardas municipais de Colombo, que com uma viatura, se dispuseram a acompanhá-los até o endereço descrito.

Ao chegarem em Colombo, um fato inusitado chamou a atenção de todos. A família da mulher desaparecida tinha ido no mesmo momento ao Caps do município fazer o registro do desaparecimento dela. O detalhe é que nem as assistentes sociais, nem os guardas municipais e tampouco a família esperavam que um reencontro emocionante estava prestes a acontecer.

“A família estava desesperada e chegou a distribuir cartazes em vários pontos da cidade na tentativa de encontrá-la. Familiares chegaram praticamente junto com a gente no local. Quando eles deram conta que era ela foi uma emoção só. Até eu que estou acostumada a atender esse tipo de pacientes fiquei comovida com a cena”, afirmou a assistente social, que acompanhou a mulher até o Caps em Colombo.

Maria Aparecida Mendes dos Santos, uma das irmãs da mulher desaparecida, contou ao Linkada News que o sumiço da irmã deixou a família preocupada, pois ela nunca havia saído de casa sem dar notícias. “Procuramos por vários bairros da região. Pensamos no pior, registramos até boletim de ocorrência na delegacia, mas graças a Deus e ao pessoal que ajudou conseguimos encontrá-la. Agora ela está em casa recebendo todos os cuidados da família. Só tenho a agradecer a esses anjos de Campina Grande do Sul que a resgataram”, disse emocionada Maria Aparecida.

(Foto: Divulgação)


1/1

1/1

1/3

1/1

1/6