495450580893305 Transporte coletivo da RMC é reforçado com 22 novos ônibus

Transporte coletivo da RMC é reforçado com 22 novos ônibus

Da Redação com AENPR

Foto: Divulgação/Agência Estadual de Notícias

O transporte coletivo de oito municípios da Região Metropolitana de Curitiba (RMC) foi reforçado com a entrega de 22 ônibus novos, que foi feita pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior, nesta quarta-feira (18), durante evento no Parque Barigui, em Curitiba.


Os ônibus atenderão as cidades de Pinhais, Itaperuçu, Rio Branco do Sul, Quatro Barras, Campina Grande do Sul, Almirante Tamandaré, Campo Largo e Piraquara. São 16 veículos com modelo comum, dois multimodal, dois ligeirinho e dois articulados. O investimento por parte das empresas permissionárias do serviço é de R$ 9,5 milhões.


Com as novas aquisições, a Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec), responsável por gerenciar o transporte urbano nas cidades vizinhas à Capital, totaliza 66 veículos entregues apenas em 2019, representando investimento de R$ 32 milhões.


Para Ratinho Junior, a modernização do transporte coletivo da região significa melhorar o dia a dia das pessoas que mais precisam do Estado. “Buscamos a remodelação da frota e de todo o sistema desde o começo do ano. Esses ônibus significam mais conforto para o usuário”, afirmou. “São pessoas que dependem do ônibus para trabalhar, estudar, buscar algum serviço, e por isso nada mais justo do que tornar esta viagem um pouco mais confortável e segura”, completou.


O governador lembrou outras ações realizadas no decorrer do ano, que buscam resgatar o protagonismo do transporte coletivo nas cidades. “Foram novas linhas, ampliações de atendimentos, reforços em horários, mudanças de itinerários buscando trazer mais agilidade, ações inéditas como a tarifa diferenciada, tudo isso para que as pessoas tenham um atendimento cada vez melhor e percam cada vez menos tempo dentro dos ônibus”, destacou Ratinho.


NOVIDADE – Gilson Santos, presidente da Comec, explicou que entre os 22 novos ônibus estão cinco veículos que farão a linha D61-Piraquara/Santos Andrade, que possuem duas catracas para embarque, separando os usuários pela forma de pagamento: dinheiro ou cartão transporte. “A novidade vai se refletir em menos fila para o embarque, menos tempo de espera e mais qualidade e conforto”, disse Santos. “Quem está com cartão não precisa ficar na fila, esperando quem vai pagar com dinheiro”, acrescentou. A ação ainda possui caráter experimental, mas poderá ser replicada para outras linhas do sistema.


Santos ressaltou que os novos ônibus integram um grande pacote de investimento no transporte público da Região Metropolitana de Curitiba. Ele citou a retomada de novas linhas, ligando Pinhais e Araucária à Capital; a tarifa com preço único no primeiro anel da RMC e os ônibus que atendem importantes hospitais da região, como o Angelina Caron, em Campina Grande do Sul, e o Hospital do Rocio, em Campo Largo.


“O entendimento do Governo do Estado é de que o transporte coletivo é um indutor da inclusão social, colaborando com o desenvolvimento socioeconômico e a geração de emprego e renda”, afirmou. “Sem contar que melhora a qualidade de vida de quem mais precisa”, complementou o presidente da Comec.


NOVOS ABRIGOS – Outro processo de licitação coordenado pela Comec prevê a entrega de 660 novos abrigos para pontos de ônibus em municípios da Região Metropolitana de Curitiba. O investimento é de cerca de R$ 4 milhões. No início de 2019, a Comec entregou 343 novos abrigos.


Assista ao vídeo da entrega dos veículos:


1/1

1/1

1/3

1/1

1/6